Quadrilha usa túnel para invadir condomínio e fazer arrastão em Pium

Publicação: 2017-04-21 09:17:00 | Comentários: 0
A+ A-
A madrugada foi movimentada na Delegacia de Plantão Zona Sul, que registrou uma tentativa de arrastão em um condomínio de casas em Pium, Nísia Floresta. De acordo com agentes da Polícia Civil, seis homens armados conseguiram cavar um túnel por baixo do muro com talhadeiras e assaltaram três casas antes da Polícia Militar chegar ao local. Houve troca de tiros e dois suspeitos foram presos, os outros quatro conseguiram fugir.

"A PM flagrou o assalto por acaso. A viatura que estava de patrulha na área foi abordada pela síndica, que estranhou o movimento e estava entrando no condomínio na hora que os policiais passaram", disse o policial civil Lúcio Clênio. Pelo relato das vítimas, informou o agente, os assaltantes estavam tranquilos dentro do condomínio, bebendo, antes de serem surpreendidos.

Um revólver calibre 38, com quatro cápsulas deflagradas e duas intactas, mais duas talhadeiras utilizadas para cavar o buraco por baixo do muro foram apreendidos. A polícia conseguiu recuperar nove celulares, um par de alianças, relógios e dinheiro (35 Euros e pouco mais de 80 reais). Os quatro que fugiram conseguiram levar outros pertences das vítimas.

"Os moradores tiveram sorte, pois os seis assaltantes poderiam fazer um arrastão geral no condomínio se a polícia não tivesse chegado", acrescentou Clênio. O agente disse que os dois assaltantes presos são irmãos: Nadson Natal Santos Couto e Rafael Leandro Pereira dos Santos. A idade não foi informada. "Possivelmente eles podem estar envolvidos em outros assaltos registrados na região", acrescentou.

Custódia


As duas celas da Plantão Zona Sul, projetada para acomodar cerca de quatro pessoas cada, amanheceram com 24 homens - duas mulheres presas durante a madrugada foram confinadas separadamente.
Na manhã de hoje, 24 homens aguardavam celas na Plantão Zona Sul
Das 26 pessoas que estão presas, 16 foram capturadas de ontem para  hoje; e 14 serão transferidas para centros de detenção provisória (CDP) ainda hoje. Os demais irão aguardar providências da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc).

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários