Quadrinhos do bem no Beco da Lama

Publicação: 2019-04-06 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Yuno Silva
Repórter

A primeira edição da Feira de Quadrinhos que acontece este sábado (6) no Beco da Lama, centro de Natal, tem um motivo extra para ser realizado: o evento, que vai reunir quadrinistas, cartunistas, chargistas, ilustradores e caricaturistas de todo o Rio Grande do Norte, irá destinar todo o apurado em prol da saúde de Emanoel Amaral, um dos pioneiros das HQ potiguares e membro fundador do Grupo de Pesquisas e Estudo de Histórias em Quadrinhos (Grupehq) criado em 1971. O público que circular pela Feira vai encontrar desde edições históricas da revista Maturi, até edições modernas de quadrinistas da nova geração.

Créditos: FacebookEmanoel Amaral lançou livros e quadrinhos em parceria com ilustradores de diferentes geraçõesEmanoel Amaral lançou livros e quadrinhos em parceria com ilustradores de diferentes gerações
Emanoel Amaral lançou livros e quadrinhos em parceria com ilustradores de diferentes gerações

O evento se estende das 9h às 17h, emoldurado pelo Beco da Lama recém-revitalizado. O acesso é gratuito. O Beco virou uma galeria de arte à céu aberto, com painéis de grafite, que completa o passeio entre bares, lanchonetes e restaurantes populares.

“Como os artistas de quadrinhos do RN não tinham um evento próprio, a Feira dará visibilidade à nossa produção. Já havia a pretensão de organizar, mas aceleramos o processo em prol da saúde de Emanoel, um dos fundadores do Grupehq e professor de muitos quadrinistas da nova geração. Ele representa muito para a produção local”, disse Marcos Garcia, quadrinista, roteirista de HQ e um dos organizadores da Feira.

Autores como Adrovando Claro, Márcio Coelho, Gilvan Lira, Gabriel Dantas, Carlos Alberto, Leander Moura, Mário Rasec, Ivan Cabral, Rodrigo Brum e Cláudio Oliveira estão entre os artistas confirmados. “Tem muito mais gente, artistas de todas as gerações”, afirmou Garcia, adiantando que a Feira poderá ganhar periodicidade trimestral.

De acordo com Marcos, o tratamento de saúde de Emanoel custa R$ 9 mil mensais.

Artista visual, chargista, quadrinista e professor de desenho e histórias em quadrinhos, Emanoel Amaral lançou diversos títulos como os livros “Já Era Collor” em parceria com Edmar Viana, Cláudio Oliveira e Ivan Cabral; a tradicional revista em quadrinhos “Igapó” ao lado de Aucides Sales; “A marcha de Lampião” junto com Marcos Garcia; e o clássico “Os Guerreiros das Dunas” com Gilvan Lira. Seus traços, inclusive, já figuraram nas páginas desta TRIBUNA DO NORTE.

Em 1971 fundou o Grupehq (Grupo de Pesquisas e Estudo de Histórias em Quadrinhos), ao lado de Lindberg Revoredo, Luís Pinheiro, Reinaldo Azevedo e Anchieta Fernandes. Emanoel realizou a primeira exposição de HQ do RN ainda na década de 1970.

Serviço
I Feira de Quadrinhos do Beco da Lama. Sábado (6), das 9h às 17h, na Rua Vaz Gondim – Centro Histórico de Natal.













Deixe seu comentário!

Comentários