Quadrinhos, livros e um festival de autógrafos

Publicação: 2019-09-11 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Com obras nas mais variadas linguagens, dos mais diferentes temas e voltados para vários tipos de público, a Feira de Livros e Quadrinhos de Natal (FliQ) chega a sua nona edição prevendo o lançamento de pelo menos 50 livros. As HQs, como sempre, ganham atenção especial na programação. Além dos lançamentos, estão agendados diversos bate papos, palestras, declamação de cordel, oficinas, games culturais, espaço RoboEduc, apresentações artísticas e o aguardado Concurso de Cosplay para aqueles que gostam representar seus personagens favoritos. A 9ª FliQ acontece na Arena das Dunas, entre os dias 12 e 15 de setembro, com entrada gratuita. Mais uma vez o evento será realizado em paralelo a feira Brasil Mostra Brasil, que está ocorrendo no mesmo local (mas com entrada à R$ 8).

As HQs, como sempre, ganham atenção especial na programação.  Três Buracos, lançamento de Shiko, mistura Luiz Gonzaga e a cantiga medieval de Calderón de la Barca
As HQs, como sempre, ganham atenção especial na programação. “Três Buracos", lançamento de Shiko, mistura Luiz Gonzaga e a cantiga medieval de Calderón de la Barca

Segundo o coordenador da feira, Osni Damásio, a expectativa com a edição de 2019 é de receber  um público de 25 mil pessoas nos quatro dias de evento. “Estamos com 25 expositores, dentre livrarias e editoras, locais e nacionais. Só de autores locais serão feitos mais de 30 lançamentos. Também estão programadas visitas de mais de 200 escolas de Natal e do interior”, diz o coordenador.

Para Osni, um importante impulsionador das vendas na feira é o Vale-Livro, programa do governo  para que docentes da rede pública de ensino adquiram livros com o objetivo de ampliar o acervo das bibliotecas escolares. Para este ano os professores terão disponível R$ 540 mil só para ser comprado de livro na FliQ, sendo 40% desse valor para aquisição de obras de autores potiguares – outros R$ 460 mil serão destinados para compra de livros na Feira do Livro de Mossoró, confirmada para o final de outubro.

A FLiQ está sendo realizada com o patrocínio da Prefeitura de Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão, Arena das Dunas, Sistema Fecomércio, Senac, Colégio Ciências Aplicadas e Café Santa Clara.

“50 sessões de autógrafo”
Dentre os lançamentos, somente no Espaço do Autor estão previstos 15 livros e quadrinhos, sem contar os estantes de editoras que também farão sessões de autógrafo durante todo o evento. Das obras que serão lançadas o gênero Horror vem forte com os livros “Agouro”, coletânea de contos de terror nordestino do potiguar Márcio Benjamim, “Três Buracos”, a aguardada HQ do paraibano Shiko, que mistura western com terror, e “O Corvo”, célebre poema obscuro de Edgar Allan Poe transposto para Quadrinho pelas mãos do artista potiguar Leander Moura.

Outros destaques esperados são “Raiz”, de Manoel Cavalcante, “Mar Menino", do Paulo Moreira, “Hígida", do Dr Micussientre, além de “Criação”, do biólogo doutor Alexandre F. de Souza, sobre o que a Ciência tem a nos dizer sobre o sentido da vida, e “O sentido primeiro das coisas”, compilado de ensaios de Conceição Flores sobre a poeta portuguesa Maria Tereza Horta, um dos principais nomes da poesia de seu país.

Homenagens e debates
A FliQ neste ano presta uma bela homenagem a um dos maiores nomes da cultura potiguar e também um dos principais poetas populares em atividade no país, o cordelista mossoroense Antônio Francisco. Integrante da Academia Brasileira de Literatura de Cordel, na cadeira 15, cujo patrono é Patativa do Assaré, o poeta está completando 70 anos de idade em 2019. Na noite de sábado (14), vários poetas mirins farão declamações sobre temas de seus livros.

Quem também ganha um tributo é o escritor e sertanista potiguar Oswaldo Lamartine, que estaria completando 100 anos em 2019. Sobre ele, os jornalistas Woden Madruga e Vicente Serejo conversarão num bate papo na noite de sexta (13). Também na sexta, os pesquisadores João Felipe Trindade e Anderson Tavares de Lyra promovem um diálogo sobre Genealogia e Literatura.

Bastante aguardada é a mesa “A Literatura Infanto-juvenil – o encontro das palavras com as imagens”, com o renomado ilustrador André Neves e o escritor Luciano Pontes, que marca a abertura oficial da FliQ, na noite de quinta (12).

Livros infantis tem espaço para crianças e professores
Livros infantis tem espaço para crianças e professores

CuscuzHQ
A programação de Quadrinhos é sempre uma das que mais atrai público na feira. Para este ano a FliQ convidou o coletivo potiguar CuscuzHQ para coordenador o setor. Membro do coletivo, Noélly Mello destaca com atrações a presença do quadrinista paraibano Shiko, que traz em primeira mão para Natal sua nova HQ “Três Buracos”, e a mesa “A nova cara dos quadrinhos – do Nordeste para o mundo”, com os quadrinistas Paulo Moreira (PE), Gabriel Jardim (PB) e Gabriel Dantas (RN).

“A presença do Shiko é muito importante. Ele tá trazendo sua hq  nova, 'Três Buracos', um trabalho que nos quadrinhos brasileiros com certeza é um dos mais esperados do ano. Teremos também a presença do Paulo Moreira, sucesso na internet com suas tirinhas de humor que misturam personagens da cultura pop, como Vingadores e Game of Thrones, com gírias do Nordeste. Ele estará lançando 'Mar Menino' e conversando sobre a produção regional, com Gabriel Jardim, de  tirinhas mais sérias, como a da Turma da Mônica do Morro, e Gabriel Dantas, daqui de Natal, conhecido como Bife de Unicórnio, que publica tirinhas sobre dramas adolescentes”, comenta Noélly.

Atento aos último fatos do setor de quadrinhos no Brasil, Noélly também comentou a recente polêmica da Bienal do Rio, quando prefeito do Rio, Marcelo Crivella, tentou recolher dos estandes a HQ “Vingadores - A Cruzada das Crianças", sob acusação da obra possuir “conteúdo impróprio para menores” – tudo porque em um trecho da HQ os personagens Wiccano e Hulking, que são namorados, aparecem se beijando.

“A gente gostaria muito de  discutir esse tema, mas como a programação já estava fechada, não houve tempo para encaixar. Acho que a atitude do prefeito do Rio reforça aquele preconceito que alguns ainda tem de achar que quadrinho é coisa de criança”, conta o coordenador do CuscuzHQ.

Alguns lançamentos:

“Três buracos”, de Shiko
Em “Três Buracos" (Mino, 2019) Shiko dá sequência a trajetória de narrativas de terror e crítica social iniciada no premiado quadrinho “Lavagem” (2015), misturando desta vez o forró de Luiz Gonzaga e a cantiga medieval de Calderón de la Barca, e o Sertão contemporâneo e o faroeste italiano. O lançamento será na sexta (13), às 21h, no stand do CuscuzHQ

“Agouro”, de Márcio Benjamim
Baseado em fatos reais, “Agouro" (Escribas, 2019) reúne treze contos na linha do terror nordestino, compondo uma trilogia ao lado de “Maldito Sertão” (contos, 2012) e “Fome” (romance, 2016). O lançamento será na sexta-feira (13), às 21h, no stand da editora Escribas.

“O sentido primeiro das coisas”, de Conceição Flores
Segundo volume de ensaios que a professora e pesquisadora Conceição Flores organiza sobre a obra de Maria Teresa Horta, um do principais nomes da poesia portuguesa. O lançamento será na quinta (12), às 19h30, no stand da editora Escribas.

“Raiz: A poesia Popular”, de Manoel Cavalcante
Dentista por profissão e escritor por paixão, o pauferrense Manoel Cavalcante lança seu sétimo livro pela editora M3, “Raiz”, coletânea de poemas relacionada ao rico universo da poesia popular nordestina. A sessão de autógrafo será na sexta (13), às 9h, no stand Artbooks.

Serviço
9ª Feira de Livros e Quadrinhos de Natal (FliQ)

De 12 à 15 de setembro

Das 9h às 22h (domingo das 14h às 20h)

Arena das Dunas

Entrada gratuita

Programação completa no site: www.fliqnatal.com.br





continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários