Viver
Quarta edição de livro comemora 40 anos de seu lançamento
Publicado: 17:32:00 - 05/01/2022 Atualizado: 17:35:34 - 05/01/2022
Leilany Oliveira 

Em 2021, a Campanha educacional popular “De Pé no Chão Também se Aprende a Ler”, completou sessenta anos. A data também marcou os quarenta anos da primeira edição do livro “Lendo e Aprendendo: A Campanha de Pé no Chão”, do Sociólogo José Willington Germano. O título é uma das principais referências quando o assunto são os movimentos educacionais populares, vivenciados pelo Brasil na década de 1960. 

Divulgação


Para comemorar a data, o livro passou pela sua quarta edição em 2021, publicada pelo Caravela Selo Cultural. O marco celebra também, o centenário do educador Paulo Freire e do advogado e professor Luis Ignácio Maranhão Filho. Além de uma nova roupagem, a publicação ganhou ilustrações e textos inéditos. Em entrevista, Willington Germano expressou a importância que uma nova edição tem no momento político-social vivenciado pelo Brasil atualmente.

“O Brasil vem passando por uma onda crescente de retrocessos, com a ascensão da extrema direita nos espaços de poder político. Assim como em 1964, a educação, cultura e os seus defensores, voltaram a sofrer perseguições. Diante desse cenário, a quarta edição do “Lendo e Aprendendo: A Campanha de Pé no Chão” surge como um ato de resistência às tentativas de censura ao pensamento crítico e a produção científica. Esta publicação abre um leque para a esperança, oportunizada pelo fortalecimento da memória daqueles que contribuíram e acreditaram na materialização de uma educação popular”. 

Divulgação
Willigton Germano, sociólogo, é o autor da obra

Willigton Germano, sociólogo, é o autor da obra


Revisto, ampliado e ilustrado
Outra figura de grande importância para a edição comemorativa, foi o Arquiteto, professor da UFRN e Artista Plástico, José Clewton do Nascimento, que assinou as ilustrações das capas e do corpo da obra. Em entrevista, Clewton contou que se inspirou em uma seleção de registros fotográficos da Campanha, dando uma nova vida às imagens em preto e branco

As ilustrações foram baseadas em uma seleção de fotos que marcaram a Campanha. A ideia foi reproduzir o espaço, não só físico, mas também, social e como ele foi apropriado. Busquei ressaltar as técnicas locais que foram utilizadas na construção dos acampamentos.” Contou o Artista. 

Dentro do processo criativo, Clewton ressaltou que o seu principal desafio foi restringira criação das suas ilustrações ao ambiente doméstico, em decorrência da Pandemia de COVID-19.
“Foi um desafio, porque a rua é um espaço social e essa característica inspira as minhas criações, sem a possibilidade de sair, tive que desenvolver as ilustrações respeitando as limitações espaciais do meu apartamento”. Relatou Clewton. 

De Pé no Chão se Aprende a Ler
Encabeçada em Natal na década de 1960, pelo então Prefeito, Djalma Maranhão, a Campanha “De Pé no Chão Também se Aprende a Ler” vislumbrou a popularização da alfabetização nas zonas periféricas da cidade, ao implantar um modelo de sala de aula sem os padrões estruturais adotados pelas escolas da época. Em 1964, com a ascensão da Ditadura Civil-Militar no País – assim como outros movimentos por educação, cultura, ciência, artes e pensamento crítico – a Campanha “De Pé no Chão”, também foi duramente reprimida. No entanto, abriu um caminho para novas experiências e um eco na história da cidade do Natal.

Ler e aprender como uma missão de vida
Defendido inicialmente como uma Dissertação de Mestrado na Universidade Estadual de Campinas, em 1981, o livro “Lendo e Aprendendo: A Campanha de Pé no Chão” foi publicado pela Editora Cortez em sua primeira e segunda edições. De acordo com o autor, o momento era de tensão, buscava-se com o livro, diminuir a ânsia por revelar os movimentos de educação e cultura popular que foram interditados pelo Regime Ditatorial, a partir de 1964. “Nesta época foi muito difícil realizar a pesquisa, os registros históricos eram muito escassos e as pessoas tinham receio em se pronunciar a respeito da campanha”. Relatou Willington Germano. A segunda (1989, Editora Cortez) e a terceira edição (2010, Editora Palumbo) surgiram, respectivamente, em um momento oportuno de esperança pela redemocratização e pelo fortalecimento das políticas afirmativas conquistadas ao longo dos anos pós Ditadura. 

Em 2021, o sopro de esperança é reverberado pela quarta edição da obra, fruto do Edital Economia Criativa 2021 do SEBRAE-RN e do apoio do ADURN-Sindicato, Dhnet e da Livraria Cooperativa Cultural. O título já se encontra disponível na Livraria de rua mais longeva da cidade do Natal, a Cooperativa Cultural. A obra comemorativa homenageia a todos que construíram e acreditaram na educação popular: José Cortez (in memoriam), José Correia Torres Neto, José Clewton do Nascimento, Wani Fernandes, Roberto Monte, Cláudio Galvão, dentre outros. Por fim, segundo o autor, “Lendo e Aprendendo: A Campanha de Pé no Chão” é para aqueles que amam a educação libertadora, capaz de alterar realidades e construir um universo de possibilidades.



Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte