Cookie Consent
Política
Rafael Motta será candidato ao Senado com ou sem apoio do PT, garante presidente do PSB
Publicado: 12:47:00 - 06/05/2022 Atualizado: 13:05:40 - 06/05/2022
O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, confirmou à TRIBUNA DO NORTE que o Partido dos Trabalhadores no Rio Grande do Norte já recebeu há muito tempo a solicitação de apoio à candidatura do deputado federal Rafael Motta (PSB) ao Senado Federal. Segundo Siqueira, desde o início das negociações com o PT em nível nacional que o PSB havia postulado apoio do partido da governadora Fátima Bezerra para que Motta formasse a chapa majoritária da petista. 
Divulgação
Rafael Motta será candidato ao Senado de qualquer jeito, garante PSB

Rafael Motta será candidato ao Senado de qualquer jeito, garante PSB

Leia Mais

Inicialmente cotado para a disputa da Câmara dos Deputados mais uma vez, Rafael Motta e o PSB solicitaram oficialmente que o nome do deputado fosse incluído nas pesquisas de intenções de voto para o Senado. A informação gerou surpresa no grupo aliado à governadora Fátima Bezerra, que já tem confirmado o apoio à candidatura do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT) ao Senado. O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco do PT, e o presidente estadual do PT, o ex-deputado estadual Júnior Souto, confirmaram que não é cogitada a composição com o PSB ocupando a vaga de senador.

Apesar das negativas sobre as negociações partidárias entre PSB e PT para viabilizar o nome de Rafael Motta, o presidente nacional do PSB garantiu que Rafael Motta será candidato ao Senado, independente do apoio do grupo da situação. 

"Até agora não tivemos resposta, nem positiva e nem negativa (sobre o apoio da governadora à candidatura de Rafael Motta ao Senado), mas de qualquer maneira ele será candidato e tem o apoio integral da direção nacional para ser o candidato ao Senado", disse o presidente do PSB.

Ainda de acordo com o presidente do PSB, todas as negociações em nível nacional com o PT incluíram o nome de Rafael Motta ao Senado com o apoio do PT, assim como o partido do ex-presidente Lula também firmou acordo com o PSB para poio à pré-candidatura do PSB ao governo de Pernambuco. "Teve um momento que apresentamos todas as postulações do PSB e entre elas estava a candidatura de Rafael Motta ao Senado", garantiu.

Encontro

O PT vai reunir 240 delegados do Rio Grande do Norte em um encontro estadual para debater as alianças partidárias e chapa majoritária das eleições deste ano, no que, internamente, chamam de "tática eleitoral". Para o presidente da Executiva Estadual da legenda, ex-deputado Júnior Souto, a tendência da maioria dos delegados é de chancelar o acordo político que já vinha sendo costurado por orientação da direção nacional do partido, com a indicação da pré-candidatura do presidente estadual do MDB, deputado federal Walter Alves, para ser o companheiro de chapa da governadora Fátima Bezerra, que tentará a reeleição em outubro. O Encontro deve ser no dia 21 deste mês.

Júnior Souto diz que também “é prego batido e ponta virada” o acordo para o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, ser o candidato a senador da República numa aliança com o PDT, bem como considera superada as discussões sobre nomes para o Senado, porque essa questão, por exemplo, não foi levantada em nível de Rio Grande do Norte nas negociações feitas pelo PSB no Nordeste.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte