Reajuste da energia elétrica no RN será debatido

Publicação: 2018-03-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A revisão tarifária da Cosern para os próximos quatro anos será discutida em sessão promovida pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta  quarta-feira, 14. O evento será realizado a partir das 15h no Auditório da Federação do Comercio de Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte (Fecomercio), no Alecrim. A estimativa é que o aumento no custo do serviço de distribuição de energia fique em 14,8%.

Sem necessidade de acionar termelétricas, tarifas ficam normais
Tanto para os consumidores de alta ou baixa tensão, o aumento ocorreria

Para consumidores conectados em alta tensão, o aumento seria de 16,18%, e para a baixa tensão, de 14,35%. A proposta de reajuste diz respeito ao quarto ciclo de revisão tarifária da companhia, processo que é feito de quatro em quatro anos com o objetivo de manter o equilíbrio econômico-financeiro da concessão. A revisão tarifária está prevista nos contratos de concessão e tem por objetivo obter o equilíbrio das tarifas com base na remuneração dos investimentos das empresas voltados para a prestação dos serviços de distribuição e a cobertura de despesas efetivamente reconhecidas pela Aneel.

Os demais componentes da tarifa referentes aos custos que não são gerenciados pela Cosern (tais como energia produzida pelos geradores, rede de transmissão nacional, encargos setoriais e demais tributos) são repassados ao consumidor no momento do reajuste ou revisão. Esses itens (denominados Parcela A) sofreram variação no último ano acima da inflação não só para a Cosern, mas também para várias distribuidoras.

Se aprovadas, as novas tarifas valem a partir de 22 de abril. A empresa atende a 1,4 milhão de unidades consumidoras em 167 municípios no estado.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários