Reajuste das mensalidades escolares terá teto de 9,6% para 2020

Publicação: 2019-11-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O reajuste da mensalidade nas escolas particulares do Rio Grande do Norte deve variar de 6,25% a 9,6%, de acordo com o Sindicato das Escolas Particulares do RN. A variação é próxima do reajuste feito em 2018, que ficou entre 6,95% e 9,8%. As escolas, no entanto, podem repassar aos pais reajustes maiores aos que foram previstos pelo Sindicato, contanto que as planilhas de custo justifiquem o aumento.

Representante do Sindicato das Escolas Particulares, Alexandre Marinho, fala sobre reajustes
Representante do Sindicato das Escolas Particulares, Alexandre Marinho, fala sobre reajustes

“É algo que pode variar bastante de escola para escola, porque depende do fato dela estar realizando algum investimento em estrutura, por exemplo”, explica Alexandre Marinho, representante do Sindicato.

Nos últimos anos, a crise econômica fez crescer o número de responsáveis inadimplentes com a mensalidade escolar dos filhos, além de ter feito com que muitos optassem pelas escolas públicas ao invés das particulares. De acordo com Alexandre, o número de inadimplentes tende a reduzir no fim do ano, quando a quitação da anuidade precisa ser feita para que a matrícula do ano seguinte esteja assegurada.

“Esse ano tivemos uma estabilização na questão das inadimplências, porque muitos dos pais já estão cientes de sua situação financeira, e veem se é possível ou não arcar com aquela determinada mensalidade. Como há escolas nas mais diversas faixas de preço, o que acontece é que eles procuram adequar isso à renda da família”, afirma.

As escolas, no entanto, vêm criando estratégias para tentar garantir a permanência dos estudantes mesmo no cenário de crise econômica. “Hoje, muitas já dispõem de possibilidades de passar a mensalidade no cartão de crédito e, no fim do ano, é comum que haja negociação para quitação do valor com as famílias”, diz Alexandre Marinho.

A situação econômica do país, no entanto, não impediu o aumento na procura por escolas com ensino bilíngue e tempo integral. “O tempo integral é algo que está sendo cada vez mais procurado, porque os pais, inclusive pela crise, avaliam que é mais econômico que os filhos passem o dia todo na escola, onde estão sendo acompanhados, do que contratar o serviço de alguém para ficar com eles em casa, por exemplo”, explica. 

O valor do reajuste depende de uma série de fatores, como a série em que estuda a criança ou adolescente. O Ensino Médio, por exemplo, costuma ser a etapa mais cara da educação, com diferenças significativas no reajuste de uma série para outra, à medida em que a carga-horária dos estudantes aumenta, com o período integral ou acréscimo de aulas no fim de semana, por exemplo.

Rede pública
No dia 31 de outubro, a Secretaria Municipal de Educação de Natal divulgou o calendário oficial de matrículas da rede municipal de ensino para o ano letivo de 2020. As matrículas poderão ser feitas através do site da secretaria, e o estudante poderá escolher até três unidades de ensino para se matricular. A escolha é obrigatória, utilizando os critérios de turno de funcionamento ou bairro. Para os que não possuem acesso ao sistema online, as matrículas também podem ser feitas no Centro Municipal de Referência em Educação (Cemure), no bairro de Nossa Senhora de Nazaré, zona Oeste da cidade, das 8h às 14h. O serviço está funcionando desde o dia 5 de novembro.

As matrículas antecipadas para estudantes com deficiência, transtorno do espectro autista, altas habilidades e superdotação também estão acontecendo desde o dia 4 de novembro. O objetivo da matrícula antecipada é garantir a vaga das crianças com deficiência na rede municipal considerando suas especificidades.

Nos níveis 3 e 4 da Pré-escola, as solicitações de matrícula poderão ser feitas entre os dias 19 de dezembro e 27 de dezembro. De 21 a 24 de janeiro, serão ofertadas as vagas para crianças da Educação Infantil, que engloba a Creche, Berçários 1 e 2, e níveis 1 e 2 da Pré-escola.

A solicitação de matrículas para estudantes novatos do Ensino Fundamental, que vai do 1º ao 9º ano, deverão ser feitas no período de 13 a 17 de fevereiro de 2020.

Números
6,25% é o percentual mínimo a ser aplicado no reajuste das mensalidades escolares para o ano que vem.

9,8% foi o teto de reajuste aplicado neste ano, ficando no mesmo patamar para o ano que vem.





continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários