Cookie Consent
Natal
Receita Federal corre risco de parar funcionamento a partir de junho, diz sindicato
Publicado: 09:27:00 - 02/02/2022 Atualizado: 09:42:12 - 02/02/2022
Um corte de cerca de 50% no orçamento da Receita Federal pode comprometer o funcionamento do órgão a partir do mês de junho deste ano. É o que afirma o presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal no Rio Grande do Norte, Alan Patrick.  O processamento das declarações de Imposto de Renda corre risco de ser paralisados, o que impacta diretamente no pagamento de restituições, por exemplo.
Reprodução/JP News Natal
O presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal no Rio Grande do Norte, Alan Patrick

O presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal no Rio Grande do Norte, Alan Patrick

"Isso afeta tudo, principalmente a nossa estrutura de tecnologia da informação, que é, por exemplo, quem processa todas as declarações que os contribuintes apresentam", disse o presidente do sindicato, em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan News Natal.

"O cenário é de um carro sem combustível", fez a analogia, o presidente. "Eu já vi até gente fazer um carro andar com três pneus, mas sem gasolina, não", complementa.

Por causa desse cenário mencionado pelo sindicalista, servidores de doze dos 14 cargos de chefia da instituição pediram exoneração nesta semana. Os servidores também iniciaram um movimento que reduziu o trabalho da Receita no Estado, denominado Operação Padrão. Alan Patrick também disse que a possibilidade de greve é considerada pela categoria.

A indefinição também pode impactar o comércio internacional, já que a Receita Federal atua na fiscalização de Portos e Aeroportos. 



Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte