Recuperação será lenta

Publicação: 2017-10-03 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O Indicador Ipea de PIB Agropecuário acumulou avanço de 14,8% nos primeiros sete meses do ano, em relação ao mesmo período do ano anterior, e foi o destaque entre os setores produtivos. Mas, grande parte da colheita acabou no primeiro semestre, e a contribuição positiva para a economia deve se reduzir até o fim do ano. Já o  Indicador Ipea de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), que mede os investimentos, registrou alta de 1,1% em julho na comparação com junho. Enquanto a construção civil obteve o segundo avanço consecutivo. Ou seja, tudo é expectativa na recuperação da economia.

Demanda
Segundo os economistas do Ipea, os sinais recentes de melhora da demanda doméstica podem ser explicados pelo aumento dos níveis de ocupação no mercado de trabalho nos últimos meses, pela recuperação do poder de compra, pela redução das taxas de juros e pela liberação dos recursos do FGTS. 

Otimismo
A confiança empresarial avança numa demonstração de otimismo no País. O índice da Fundação Getúlio Vargas (FGV IBRE) subiu 1,3 ponto em setembro, para 87,3 pontos. Após a terceira alta consecutiva, o índice atinge o maior nível desde dezembro de 2014 (87,6 pontos). Mostra que a recuperação da economia ganha força, se dissemina entre os diferentes setores e se sobrepõe aos ruídos do ambiente político.

Inflação
Uma boa notícia dada em seguida, pelo menos nos últimos seis meses, com projeções até o fim do ano. A inflação perdeu pressão. O mercado, sua previsão semanal, vê inflação de 2,95% em 2017 e espera crescimento maior do PIB, de 0,68% para 0,70%, no ritmo para encerrar em 1%. Melhoraria se o governo fizesse a sua parte, reduzindo o endividamento.

Balança
Mais um recorde da balança comercial brasileira. Em setembro, o superávit foi de US$ 5,178 bilhões, um recorde para setembro. O governo espera encerrar o ano com saldo positivo acima de US$ 60 bilhões. A exportação de petróleo do Brasil cresce 2,7% em agosto e, no ano, o acumulado sobe 43%.

Previdência é pior no NE
A Previdência Social mostra sua cara mais cruel no desequilíbrio das contas nas regiões Norte e Nordeste, aponta um  levantamento do governo. Segundo o estudo, se os governos tivessem de desembolsar hoje o dinheiro necessário para bancar os benefícios futuros, haveria um rombo de R$ 4,6 trilhões nos Estados e de R$ 769,3 bilhões nos municípios, o chamado déficit atuarial. O secretário de Previdência, Marcelo Caetano, ressalta que é necessário garantir o equilíbrio no longo prazo, para que o servidor não fique sem receber.

Aplicações
No sobe e desce de setembro, ganhou novamente a aplicação no Ibovespa, principal índice da bolsa. Analistas acreditam que a tendência de crescimento das ações continua. O dólar encerra setembro com alta de 0,64%, segundo mês consecutivo de avanço.

O presidente do Cerne, Jean-Paul Prates participará dos debates que acontecerão a partir de amanhã até sexta-feira, na All About Energy, no Terminal de Passageiros do Porto de Mucuripe, em Fortaleza.  É o X Congresso Internacional de Energia Renovável e Consumo Responsável. Um estudo mostra que as empresas privadas já detêm 60% da geração de energia do Brasil.

A Faculdade Estácio promove um debate  com profissionais da área de Energias Renováveis, na próxima quinta-feira, no lançamento da pós-graduação em Energias Renováveis. Uma mesa redonda com profissionais do sistema privado e público irá discutir as novas possibilidades do mercado de Energias Renováveis no RN. Será na Estácio Ponta Negra, às 19h30. A programação é gratuita e aberta à comunidade com interesse no tema.

A recuperação do emprego é mais rápida no Nordeste.  A região foi  responsável por mais de 50% dos empregos gerados no País,  em agosto, com  19.964 postos de trabalho. Os números constam em análise realizada pelo Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), do Banco do Nordeste. O resultado positivo na região foi puxado principalmente pela Administração Pública.

Shopping
Os diretores  do microshopping do Alecrim garantem preços populares nos espaços.  Os ambulantes, camelôs, artesãos já podem adquirir espaço no primeiro microshopping, que terá 270 espaços comerciais. Os interessados devem procurar o Sindicato do Comércio Varejista ou com corretores no (84) 99114 0193. 

Exclusão
O Diário Oficial do Estado, da última sexta-feira (28), com o recorde de 138 páginas, traz uma lista ocupando da página 36 até a 118, da Secretaria de Estado da Tributação. São empresas que são consideradas inaptas as inscrições estaduais e tributariamente ineficaz, nulo de pleno direito o documento fiscal cuja emissão seja posterior a data da publicação da lista. 

Irrigação
O Brasil está entre os dez países com a maior área irrigada do planeta, diz estudo, mostra estudo feito pela Agência Nacional de Águas (ANA). De acordo com o Atlas Irrigação: uso da água na agricultura irrigada, atualmente o país tem 6,95 milhões de hectares que produzem alimentos utilizando diferentes técnicas de irrigação. A pesquisa, lançada ontem mostra ainda que o número representa apenas 20% da área potencial para a atividade.

Arrecadação
O McDia Feliz bate recorde e arrecada mais de R$ 25 milhões. Esse valor representa um aumento de 9,6% em relação ao ano anterior, será destinado a 74 projetos de 58 instituições que trabalham em prol da cura do câncer infantojuvenil no país.

Conexão
O  Seminário Conexão Digital continua com  inscrições abertas na Livraria Leitura do Natal Shopping. O seminário será no próximo sábado, no Ocean Palace, com 14 palestras  referências no mercado de marketing político e digital em vendas.  



continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários