Cookie Consent
Natal
Regularização do abastecimento de água no Rio Grande do Norte pode levar até 48h
Publicado: 09:01:00 - 22/03/2018 Atualizado: 10:04:00 - 22/03/2018
O abastecimento de água em todo o Rio Grande do Norte foi comprometido durante o apagão que atingiu 14 estados brasileiros nesta quarta-feira (21). De acordo com a Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), todos os sistemas de abastecimento foram interrompidos durante a pane. O serviço de esgotamento foi assegurado por geradores. O prazo para regularização é entre 24h e 48h.

Reprodução: Agência DWelle
Mais de 150 amostras de água da torneira foram coletadas em cidades dos cinco continentes. Em média, 83% continham plástico (Foto: Agência DWelle)

Mais de 150 amostras de água da torneira foram coletadas em cidades dos cinco continentes. Em média, 83% continham plástico (Foto: Agência DWelle)


Abastecimento de água foi comprometido em todo estado; a regularização pode demorar até 48h

Leia Mais

A Companhia explica que, durante o apagão, ficou inviável a captação de águas dos poços e lagoas que abastecem o estado. As estações de tratamento e distribuição também viveram funcionamento suspenso, o que comprometeu o fornecimento de água em todo o Rio Grande do Norte.

Ainda de acordo com uma nota divulgada pela Caern na noite desta quarta-feira, a regularização do serviço pode demorar entre 24h e 48h. "Diferente do sistema a elétrico, a distribuição de água não ocorre de maneira uniforme, dependendo de energia elétrica para a pressurização da rede, por exemplo", explica a empresa.

O apagão teve início na tarde desta quarta-feira (21) às 15h48, atingindo os 167 municípios do Rio Grande do Norte e mais 13 estados brasileiros. O problema foi causado por uma "perturbação no sistema" que causou o desligamento de 18.000 MegaWatts do Sistema Integral Nacional (SIN). A falha ocorreu na subestação Xingu, no Pará, conforme explicou o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Eduardo Barata Ferreira, em entrevista coletiva concedida na noite de ontem.

Além da distribuição de água, o apagão elétrico comprometeu o trânsito e o funcionamento de hospitais, postos de combustível e comércio na capital potiguar. Em Natal, o sistema começou a ser retomado às 17h48, duas horas após o apagão. Até às 20h, o funcionamento estava normalizado em 100% da região Norte e 70% da região Nordeste.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte