Reis de acessos: ABC e América possuem quase um milhão de torcedores

Publicação: 2021-01-17 00:00:00
A edição de janeiro do Ranking Digital dos Clubes Brasileiros, produzida pelo IBOPE Repucom destaca os dados consolidados de crescimento de 2020, com os valores absolutos de seguidores adquiridos e a variação percentual da base de cada clube. Os números mostram que ABC e América possuem, engajados em suas redes sociais, quase um milhão de torcedores (977.151).

Créditos: RICARDO ARAÚJONúmeros mostram que ABC e América possuem, em suas redes sociais, quase um milhão de torcedores (977.151). Em nível de Série D, os clubes de Natal lideram o ranking IbopeNúmeros mostram que ABC e América possuem, em suas redes sociais, quase um milhão de torcedores (977.151). Em nível de Série D, os clubes de Natal lideram o ranking Ibope

Em nível de Série D, os clubes de Natal lideram o ranking. O Alvinegro é o 31º do País e o Alvirrubro ocupa a  34ª colocação, com dados referentes a Twitter, Instagram, Youtube, Facebook e/ou TikTok. 

O ABC somando as redes tem 497.911 seguidores, com um crescimento anual de 11%, ou seja, 50.745 seguidores a mais, em relação a 2019. O América está com 479.240 seguidores, com crescimento de 8% em relação a 2019, tendo ampliado em 33.844 seguidores a sua base nas redes sociais.

Em ambos os clubes, o número maior de fãs se concentra no Facebook. O América leva vantagem nessa rede e também no YouTube. No Face, o ABC tem 219.395 seguidores contra 236.583 que seguem o América. No canal de vídeo, o Alvirrubro também lidera com 29.100 contra 21.000 dos abecedistas. O Alvirrubro, no entanto fica atrás nas outras mídias. Twitter (ABC 123.147 / América 100.220) – Instagram (ABC 121.469 / América 109.144) e TikTok (ABC 12.900 / América 4.193).

Os números dos dois clubes apontam para um caminho economicamente importante a ser aproveitado. Se comparados com números, da mesma pesquisa IBOPE de dezembro de 2019, o ABC obteve a adesão de 52 mil torcedores a mais no ano e o América somou mais 36 mil alvirrubros na internet. Juntos superam a casa de 88 mil internautas engajados em suas redes sociais a mais, ou seja, em tese, a cada mês de 2020 aproximadamente 7 mil pessoas a mais se interessaram pelos nossos principais clubes. 

Os clubes locais fazem parte do ranking que destaca o desempenho das 50 maiores bases digitais dos clubes brasileiros. Em um ano marcado pelo isolamento social e esporte sem público, os clubes de futebol, como um todo, bateram o recorde de novas inscrições e registram uma média de crescimento anual de 16% em suas bases digitais

No geral , o ano de 2020 se encerrou com um total de 23,6 milhões de novos inscritos entre todos os clubes, uma média de crescimento percentual de 16% e com os quatro maiores clubes com mais de 1 milhão de novos inscritos no período. Outro destaque foi a presença dos quatro principais clubes do estado de São Paulo no TOP 5 crescimentos de dezembro, fato inédito em toda a série histórica.

O Flamengo se mantém na liderança do ranking e completa 2 anos no topo do crescimento mensal ao registrar 323 mil novos inscritos no último mês, 42% provenientes do Instagram. Em 2020, o “rubro-negro” conquistou 9,2 milhões de novas inscrições em todas as suas plataformas, ampliando a sua base digital em 33%, além de representar sozinho quase 40% do total de inscritos conquistados por todos os clubes analisados no ranking em 2020. Ou seja, a cada dez inscrições nas contas dos 50 maiores clubes de futebol no Brasil em 2020, quatro foram nas contas oficiais do Flamengo.

O São Paulo, pelo segundo mês consecutivo, registrou o segundo maior crescimento mensal ao registrar 208 mil novos inscritos, com destaque para seu desempenho no Instagram e TikTok, os principais motores de crescimento no mês, que representaram juntos 3 em cada 4 dos novos inscritos do “Tricolor Paulista” no período. O clube finaliza o ano com 29% de seu crescimento mensal concentrados no último bimestre de 2020.

O Palmeiras também se mantém na terceira posição do ranking pelo segundo mês consecutivo, ao registrar 140 mil novos inscritos e com o TikTok voltando a ser o principal motor de crescimento do clube com 47% de participação no volume total do mês. O “Alviverde”, que ampliou sua base digital em 12% em 2020 e somou mais de 1,3 milhão de novas inscrições, esteve entre os cinco maiores crescimentos em nove meses durante o ano passado.

O Corinthians figura na quarta posição ao registrar 115 mil novos inscritos no último mês, com 69% de participação provenientes do Instagram. O “Timão” também foi o segundo clube que mais cresceu no ano de 2020, com um acréscimo de 2,1 milhões de inscritos em sua base digital, uma variação de 9% no ano. Destaque para seu perfil oficial no TikTok, responsável por mais de 900 mil inscritos no último ano, sendo o segundo perfil mais popular nesta plataforma entre os clubes brasileiros.

O Santos fecha o TOP 5 com 80 mil novos inscritos no período no último mês, metade deste volume proveniente de seu perfil no Instagram. O “Peixe” não figurava entre os maiores crescimentos do ranking desde a edição de Maio/2020. Em 2020, o clube somou 649 mil novos inscritos, viu sua base crescer em 8% e se aproxima da marca de 9 milhões de inscritos no combinado de suas redes.

O CSA ultrapassou o Paraná e agora figura na 32ª posição, o Red Bull Bragantino, que possui a maior variação percentual em 2020 do ranking com um crescimento de 89% de sua base pula para a 37ª posição ao ultrapassar o Vila Nova. Portuguesa e Sampaio Côrrea ultrapassam o Red Bull Brasil. A Lusa também obteve seu maior crescimento mensal na série histórica neste mês, com um acréscimo de 26 mil inscritos. O Botafogo-PB salta para a 48º posição ao ultrapassar o Audax-SP e o Londrina volta ao ranking após 4 meses, ultrapassando o Campinense segundo critérios do estudo.