Cookie Consent
Natal
Reservatórios do RN atingem melhor nível de armazenamento de água em 8 anos
Publicado: 00:00:00 - 28/06/2020 Atualizado: 17:18:25 - 27/06/2020
O reflexo do aumento do território do Rio Grande do Norte sem seca certamente pode ser visto nos principais reservatórios no Estado. Isso porque, as chuvas que caíram nos primeiros meses de 2020 em solo potiguar foram suficientes para encher vários reservatórios nos municípios, alguns deles chegando a sangrar. Segundo dados do Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn) repassados à pedido da TRIBUNA DO NORTE, os reservatórios do RN acumulavam, até 31 de maio, 2.402.181.915 m³ de água, o melhor volume em oito anos.

DroneKCN/Carlos Junior
Reservatório Umari, em Upanema, acumula 270.791.197 m³ (92,48 por cento da sua capacidade). Está bem perto de atingir a sangria

Reservatório Umari, em Upanema, acumula 270.791.197 m³ (92,48 por cento da sua capacidade). Está bem perto de atingir a sangria


Leia Mais

De acordo com Auricélio Costa, diretor do Igarn, as chuvas de 2020 consolidam o período de retomada dos reservatórios do RN após um longo período de seca, que durou seis anos, entre 2012 e 2017. A partir de 2018, as chuvas voltaram a acontecer como previam os meteorologistas do Estado, o que melhorou a situação dos açudes potiguares.

“Essas previsões de chuvas acima da média se materializaram com a redução da área seca e um consequente maior acumulo de água nos reservatórios. Choveu mais, a água escoou e está nas barragens. Do ponto de vista superficial, nós estamos com 56,78% de água nos reservatórios, principalmente naqueles 47 reservatórios acima de cinco milhões de metros cúbicos. É um percentual muito bom”, comenta Auricélio, em entrevista à TRIBUNA DO NORTE.

De acordo com os dados do Igarn, o melhor período das barragens do Rio Grande do Norte na década, entre janeiro e maio, havia sido em 2011, quando o Estado chegou a acumular quase 100% de água entre as 47 barragens monitoradas pelo instituto. À época, segundo boletim do Igarn, eram 4.045.152.382 m³ de água. Os açudes do Estado, somados, possuem 4.411.787.258 m³ de capacidade de água, portanto, a quantidade que o Estado dispunha à época correspondia a 92% do total. 

O volume começou a baixar consideravelmente a partir de 2012, no início da seca. A partir daí, com as chuvas escassas e insuficientes, o RN jamais voltou a atingir o patamar de 2011. Durante esses anos, o Governo do RN renovou, de forma sucessiva, decretos de estado de calamidade pública pela seca nos municípios do Estado. O mais recente é de março de 2020, quando a Governadora Fátima Bezerra decretou, no Diário Oficial do Estado (DOE) o decreto 29.490, renovando a situação de emergência por seca em 132 municípios. 

“A gente tem que garantir que vamos chegar no inverno do ano que vem com água suficiente para receber aporte de água. É o ciclo. O bom planejamento seria de dois anos para frente. Com esse volume de água para hoje temos uma gestão garantida até o inverno do ano seguinte, que todas as previsões apontam que também será um inverno na média, não será um ano seco”, comenta o gestor.

As reservas hídricas superficiais totais do Estado somam 2.485.327.772 m³, que representam em termos percentuais, 56,78% do total de água que os 47 reservatórios monitorados pelo Igarn conseguem acumular juntos. No ano passado, por exemplo, nesse mesmo período, esse índice era de 32%.

Barragens
As principais reservas de água do Rio Grande do Norte têm atingido bons índices pluviométricos em 2020. A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, localizada no rio Piranhas-Assu, por exemplo, continua recebendo aporte hídrico mesmo com o fim da quadra chuvosa no interior do Rio Grande do Norte. O reservatório acumula 1.565.139.675 m³, o que corresponde a 65, 95% da sua capacidade total que é 2.373.066.510 m³.

Segundo maior reservatório do RN, Santa Cruz do Apodi, acumula 213.695.150 m³, percentualmente, 35,63% da sua capacidade total que é de 599.712.000 m³. O reservatório Umari, localizado em Upanema, é outro que tem chamado atenção dos potiguares nas redes sociais com as chuvas recentes. Segundo o Igarn, a barragem acumula 270.791.197 m³, percentualmente, 92,48% da sua capacidade total que é de 292.813.650 m³. O reservatório Marechal Dutra, também conhecido como Gargalheiras, teve pequena redução de volume e acumula 15.059.422 m³, que correspondem a 33,9% da sua capacidade, que é de 44.421.480. 

Os mananciais que já sangraram e continuam com volumes próximos da sua capacidade total são: Santana, em Rafael Fernandes, com 98,33%; Passagem, em Rodolfo Fernandes, com 99,44%; Riacho da Cruz II, em Riacho da Cruz, com 97,4%; Morcego, em Campo Grande, com 99,37%; Santo Antônio de Caraúbas, localizado em Caraúbas, com 99,5%; Encanto, em Encanto, com 96,25%; Pataxó, em Ipanguaçu com 97,89% e Dourado, em Currais Novos, com 96,33%.

Dos 47 reservatórios monitorados pelo Igarn, apenas 2 estão com níveis inferiores a 10% da sua capacidade, sendo, portanto, considerados em nível de alerta. São eles: Passagem das Traíras, que está em reforma e não pode acumular grande volume hídrico, com 1,42% do seu volume máximo e Esguicho, em Ouro Branco, que chegou a receber pequena recarga e acumula 2,96% da sua capacidade. Percentualmente o número representa 4,25% dos reservatórios monitorados.

O Estado possui dois mananciais completamente secos, que são o Inharé, em Santa Cruz; e Trairi, localizado em Tangará. Em termos percentuais, o número representa 4,25% dos reservatórios monitorados.
 
SÉRIE HISTÓRICA DAS BARRAGENS DO RN NOS ÚLTIMOS 10 ANOS

Volumes de água:
2010:
Inicial: 3.598.308.335
Final: 3.517.854.435

2011:
Inicial: 2.749.395.473
Final: 4.045.152.382

2012:
Inicial: 3.361.014.537
Final: 2.960.599.325

2013:
Inicial: 2.098.087.651
Final: 1.985.576.893

2014:
Inicial: 1.516.011.751
Final: 1.761.544.459

2015:
Inicial: 1.282.075.386
Final: 1.190.686.466

2016:
Inicial: 813.911.600
Final: 890.475.095

2017: 
Inicial: 551.069.017
Final: 781.628.346

2018:
Inicial: 482.157.810
Final: 1.389.909.157

2019:
Inicial: 950.459.321
Final: 1.457.375.984

2020:
Inicial: 977.582.375
Final: 2.402.181.915

Fonte: Igarn

CHUVAS NO RN 2020
Oeste: 718,4 
Central: 531,1
Agreste: 431,7
Leste: 728,5
Estado: 602,4
Chuva esperada no RN 2020
Oeste: 595,7
Central: 470,0
Agreste: 412,8
Leste: 626,1
Estado: 526,2

Fonte: Emparn











Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte