Restaurantes mudam para atender público em casa

Publicação: 2020-03-20 00:00:00
A+ A-
Nunca foi tão necessário os bons modos à mesa. No momento em que a pandemia do novo coronavírus está exigindo uma série de procedimentos para evitar o alastramento do contágio, os estabelecimentos gastronômicos já se programaram para enfrentar o que está vindo por aí. Redução de mesas, intensificação da higiene, e uso maior do delivery são algumas das iniciativas que os donos de restaurantes e bares estão utilizando para manter seu funcionamento e atender ao cliente. São normas indicadas pelo Ministério da Saúde e também pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – Abrasel.

Créditos: DivulgaçãoOs chefs Cacau Wanderley e Gabriel Camilo decidiram adotar pela primeira vez o deliveryOs chefs Cacau Wanderley e Gabriel Camilo decidiram adotar pela primeira vez o delivery


O restaurante A Cozinharia, em Ponta Negra, vai adotar o delivery pela primeira vez. “Era uma solicitação antiga, e agora o momento chegou pra valer”, afirma o chef Gabriel Camilo. O restaurante fez parceria com uma cooperativa de entregas da cidade que garante um serviço funcional e personalizado. As opções de entrega foram restritas a pratos em que seja possível manter o padrão de qualidade da casa. “Além de alguns pratos, finalmente poderemos entregar o nosso hambúrguer para quem desejar comer em casa”, diz. O restaurante também segue funcionando normal, de ter a domingo. “A princípio vamos manter aberto. Ainda estamos a ver como o público vai reagir”, diz. Tel.: 99423-6625/2020-5432/2010-4274

O Cascudo Bistrô, em Petrópolis, está seguindo todas as orientações do momento: reduziu o número de mesas para deixa-las mais espaçadas, e com higienização constante da louça, maçanetas, mesas, e maiores cuidados entre os garçons, da condução do prato à mesa ao manuseio e contato com o cliente. “O objetivo é reduzir os riscos o máximo possível”, diz o chef Daniel Cavalcanti. O delivery também foi reforçado com mais opções e equipe. Antes só tinha hambúrguer, e agora tem petiscos e pratos. O raio de entregas também foi ampliado, com mais motoboys, visando atender uma variedade maior de clientes. O restaurante ainda está abrindo normalmente, incluindo sábado e domingo para almoço. Tel.: 3202-1005.

O Fogo e Chama também reforçou seu delivery, ampliando o número de opções para quem quiser receber em casa. Além dos hambúrgueres (blend especial, cordeiro, baby, e carne prensada), agora também tem alguns pratos típicos do famoso rodízio de carnes do restaurante. O gerente Severino Batista afirma que a higienização foi reforçada e o salão mais espaçado. “A gente notou a diminuição da clientela no domingo passado, e estamos nos preparando pra isso. Vamos manter o funcionamento na medida do normal”, diz. Tel.: 3025-1525.

O Tábua de Carne – da Via Costeira e de Ponta Negra – está seguindo todas as orientações: tirou 30% das mesas, dando espaço de dois metros entre uma e outra, e reforçou o treinamento da equipe na questão da higiene. O da Via Costeira está com as janelas abertas e ar condicionado desligado para manter a ventilação natural. O gerente Ênio Macedo ressalta que o aumento dos pedidos delivery foi evidente. E deve aumentar ainda mais nos próximos dias. O cliente também pode encomendar e vir pegar no restaurante. Tel.: 3202-5838.

O bistrô Dolce Vita também vai manter o funcionamento, mas redobrando os cuidados com a higiene de mesas, cadeiras e acessórios. O proprietário José Maria Xavier ressalta a adoção do serviço de delivery, mas apenas para as redondezas, entre Petrópolis e Tirol. Entre os pratos à disposição está o carré de cordeiro. Abre de terça a sexta para almoço e jantar, sábado só pra jantar e domingo para almoço. Tel.: 3201-1916. Zé Maria também está administrando a Trattoria Bolognese, casa de massas no Tirol, e que já tem delivery. Há várias opções em pizzas de qualidade. Tel.: 2010-9121.






Deixe seu comentário!

Comentários