Retomada econômica é um desafio pós pandemia

Publicação: 2020-08-30 00:00:00
Na edição da última quarta-feira, 26, a Live TN Business, comandada pelo consultor Flávio Oliveira, recebeu o secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, Jaime Calado. O principal tema da conversa foi a retomada da atividade econômica no Estado, e os horizontes após a grave crise desencadeada pela pandemia da covid-19.

Para a retomada da economia no Rio Grande do Norte, o Governo do Estado elaborou um plano gradual com a participação de empresários, federações e instituições. O plano estabelece etapas a serem vencidas de acordo com a melhoria dos índices relacionados à covid-19, como a taxa de ocupação dos leitos específicos para o tratamento de pacientes com a doença nos hospitais públicos do Estado.
Créditos: Adriano AbreuFlávio Oliveira, consultor, debate assuntos do cotidiano econômico do Rio Grande do Norte em livesFlávio Oliveira, consultor, debate assuntos do cotidiano econômico do Rio Grande do Norte em lives

Jaime Calado, que já era conhecido no mundo dos negócios e do empreendedorismo, destacou que sua missão na retomada e no Governo, é justamente de promover o diálogo com o empresariado e as pessoas que investem no Rio Grande do Norte.

“Eu fui para a Secretaria com a missão de aproximar o empresariado do Governo e o Governo do empresariado. Temos tido muito sucesso, graças a Deus. A governadora tem um pensamento muito bom nesse sentido e tem sido presente nesses diálogos.... Acho que estamos aqui com a ajuda de todos, cumprindo nossa missão. Agora, precisa de uma proposta prática para voltar ao crescimento e ele se consolidar”, disse o secretário Jaime Calado.

Petrobras

Durante a entrevista, abordou-se a venda de ativos da Petrobras no Rio Grande do Norte, anunciada no início da semana passada pela própria estatal. A medida consolida a saída da companhia das terras potiguares após quase 70 anos de exploração de campos de petróleo em terra e em águas rasas, podendo impactar fortemente a economia estadual, trazendo preocupação aos gestores locais.

“Nós nos preocupamos com a saída de apenas uma empresa, não é verdade? Imagine com a metade. A Petrobras tem 52% do PIB da indústria do Rio Grande do Norte. Só de royalties, no ano passado, ela bateu R$ 420 milhões.... Um terço dos salários pagos no RN é via Petrobras. Pode ser que na Paraíba, em outros Estados ela não tenha tanta importância, mas no RN é mais da metade da indústria”, apontou Jaime Calado, demonstrando o tamanho do prejuízo que a saída da Petrobras pode trazer aos cofres potiguares.

Empreendedorismo

Números do mês de julho mostram um reaquecimento da economia, e especialmente do empreendedorismo no Rio Grande do Norte. O Estado registrou um saldo positivo de 1.905 empresas abertas no mês de julho, de acordo com a ferramenta Mapa das Empresas, divulgado pelo Ministério da Economia. Percentualmente, o Estado teve o segundo maior crescimento de novos negócios do país na comparação com junho deste ano: 12,51%. Somente Alagoas, com 19,82% obteve números superiores. Ainda segundo a ferramenta, o Estado chegou a 232.983 empresas ativas.

“O empreendedorismo é a saída para nós. Nós temos um povo empreendedor. Cerca de 98% das nossas empresas são micro e pequenas empresas. A Secretaria do Desenvolvimento Econômico é a antessala do empresariado, do micro ao macro. Estamos lá para receber, para mostrar as portas do Governo, estamos todos com a intenção de ver o Rio Grande do Norte crescer”, ressaltou Jaime Calado.

O Programa

Um bate-papo com uma hora de duração será veiculado semanalmente, às 18h, sempre às quartas-feiras. A transmissão será feita a partir da TV Tribuna, ou canal do Sistema no YouTube e retransmitida no portal. A Live TN Business terá participação de empresários, executivos e novos empreendedores, falando sobre suas ideias, trabalhos e como obter sucesso em negócios.





Leia também: