Revolta

Publicação: 2017-09-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A operação deflagrada ontem pela Polícia Federal para cumprir mandados de busca e apreensão, com o afastamento de Clécio Santos da superintendência do Ibama, gerou revolta no setor empresarial.

Motivo
Bradam que depois de longos 13 anos – tempo em que esteve sob o domínio petista –, o Ibama voltou a funcionar e a destravar o desenvolvimento no RN. Antes, era imensa a grita, também de servidores, em torno de gestão recheada de intransigências, entraves, exigências exacerbadas, aplicadora de multas etc. E perseguição.

Pois bem
Clécio Santos, assim que assumiu, deixou claror, inclusive em entrevistas, que sua intenção era destravar o órgão, corrigir exageros, inclusive cancelando infrações impostas a pequenas e micro empresas, que, pela lei, devem ser notificadas antes da infração.

Mais
Clécio Santos vinha sendo elogiado pela forma portas abertas de sua gestão, afinal, órgão público do meio ambiente não é para emperrar, mas sim para zelar e fiscalizar o cumprimento de normas. Elogiado também pela correção de não fazer pedidos, tipo os de costume que muito se propalam em searas públicas.

Modus
A PF esteve não apenas nas empresas de pesca, mas também nas residências dos dirigentes.

Ou seja
Empresários sendo tratados como bandidos. Na revolta geral, um disse que em vez de empreender deveria ter feito concurso público. Assim, seria mais um dependente do sofrido erário, e não precisaria pagar o pesado ônus de gerar emprego e tributos.

Ora
Para exportar, empresas são inspecionadas, anualmente, não apenas pelos órgãos brasileiros, mas também por entidades sanitárias de países que recebem os produtos. Maaasss... no Brasil.

Será?
Tem gente que acredita em perseguição e vingança vermelhas, porque o superintendente foi indicado pelo deputado federal Rogério Marinho, tucano declarado arqui-inimigo do PT, que por muitos anos ocupou o comando do Ibama. Será?

Bom
Uma coisa é certa: o RN cada vez mais perde oportunidades. E o que ainda tem. As empresas de pesca estão falindo; as têxteis transferindo investimentos para outros estados. Outros em recuperação judicial etc. E tal. E mais. Coitado do RN.

Ah!
E muitos dos estrangeiros não querem nem ouvir falar em investir no elefante da burocracia, onde se prefere ganhar 10 para evitar que o outro não receba 100.

Pensando bem
As antigas intransigências do Ibama deixaram rastros de empreendimentos abandonados pelos litorais potiguares. Lugares fantamas. Alguns invadidos...e assim vai-se.

Verde
Bom, vamos às boas. De Milão, o jornalista potiguar Jean Rocha informa à coluna que o embaixador do Brasil na Itália, Antônio Aguiar Patriota, filho do diplomata e jornalista tourense Antônio Patriota, vai reunir empresários, autoridades diplomáticas e jornalistas, dia 26, em Milão, num evento dedicado ao Brasil.

E amarelo
Organizado pelo LIDE Itália, o evento, sob o tema “Os desafios do Brasil e as oportunidades em energias renováveis”, terá participação do empresário brasileiro Lauro Fiúza Jr., do Grupo Servtec, maior especialista do Brasil em energias renováveis.

Olhaí
Muitas empresas italianas estão de olho do mercado brasileiro no setor de energias, principalmente no Nordeste. Milhões de euros poderão chegar em investimentos se essas empresas se instalarem por aqui.

É D+
O governo federal é mesmo sabidinho. Jogos de azar são proibidos no Brasil, mas ele pode executar. E tome dinheiro confiscado na forma de imposto retido.

Assim
Por exemplo, na propalada Lotofácil, “fácil de apostar e principalmente de ganhar”, o apostador marca entre 15 a 18 números, dentre os 25 disponíveis no volante, e fatura o prêmio se acertar 11, 12, 13, 14 ou 15 números. Maaasss... quem ganha mesmo é o governo.

Exemplo
Esta semana, um grupo de amigos se reuniu para fazer apostas, foram sorteados e ganharam R$ 3.097,69. Na hora de receber, a Caixa Econômica informou sobre R$ 928,10 de imposto retido na fonte. Assim, o valor líquido foi de apenas R$ 2.169,59.

Sensacional
O novo filme da campanha #CurtoDirigirBem, do Detran-RN, produzido pela Executiva Propaganda, em que pergunta: vale a pena acelerar para chegar mais rápido no final da sua história? Seja qual for a resposta, pede para se juntar a eles e acompanhar a história que veio para trazer reflexão e emoção para todos.

Parabéns
O filme retrata a história romanceada de uma bela família marcada pela tragédia de um acidente de trânsito. Emociona e toca realmente sobre os perigos para todos. Leva assinatura do gênio das ideias George Wilde.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários