Natal
Rinaldo lança nota aos servidores e membros do MP
Publicado: 00:00:00 - 25/03/2017 Atualizado: 23:19:43 - 24/03/2017
Na noite de ontem, Rinaldo Reis Lima publicou uma mensagem aos servidores e membros do MPRN, na qual defendeu sua linha de pensamento para justificar o que classificou como “barbárie”. “Sei que o momento é aterrador, é daqueles em que a maldade humana nos deixa perplexos com suas capacidades destrutivas. Os disparos feitos contra mim, Jovino e Wendel o foram por conta de nossa atuação funcional, do quase integral cumprimento de nosso programa de gestão de forma firme, honesta e respeitosa, desde o primeiro dia. Os disparos foram feitos contra o Procurador-Geral de Justiça, o Procurador-Geral de Justiça Adjunto e o Coordenador Jurídico Administrativo do Ministério Público do Rio Grande do Norte, não por aspectos pessoais dos ocupantes desses cargos, mas por defendermos e implementarmos ideias com as quais não concordava o atirador. Ele deixou isso claro nos documentos que jogou em cima de minha mesa, antes de começar sua barbárie”.

Leia Mais

O PGJ teminou a nota destacando que o MPRN continuará sua missão e funcionará normalmente a partir da próxima segunda-feira. Ele destacou, ainda, que os dois colegas atingidos pelos disparos são “insubstituíveis”. “A sociedade está lá fora esperando por todos nós, com seus direitos violados. O Ministério Público continua sua trajetória normalmente, com seu atual Chefe ainda mais disposto e orgulhoso de estar ao lado de todos vocês, membros e servidores, no cumprimento de nossas relevantes atribuições. Finalizo desejando a Jovino e Wendel pronta recuperação, e que retornem logo aos respectivos postos, pois vocês, ao menos para mim e para todos os que fazem nossa gestão, são indispensáveis e insubstituíveis”.


Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte