Rio Grande do Norte atinge cinco mil veículos roubados em 2017

Publicação: 2017-08-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Aura Mazda
Repórter

Deixar um veículo estacionado em vias públicas e até em estabelecimentos privados tem sido motivo de preocupação constante e medo pela população do Rio Grande do Norte. Este ano, pelo menos 5 mil veículos já foram roubados ou furtados em território potiguar, quando se soma aos registros de janeiro a julho, as  ocorrências de um único dia deste mês de agosto - a terça-feira (9/08), quando em uma noite 16 carros foram roubados, em Natal. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do RN (Sesed), até 31 de julho, foram 4.988 registros, uma quantidade equivalente a 94,41% do total roubado durante todo ano de 2015, e 14,71% superior ao mesmo período de 2016.

Sesed tem feito operações nas Áreas Integradas de Segurança Pública (AISPs), como a que ocorreu dia 9, no bairro de Dix-sept Rosado
Sesed tem feito operações nas Áreas Integradas de Segurança Pública (AISPs), como a que ocorreu dia 9, no bairro de Dix-sept Rosado

Diariamente, a população do RN tem vivido momentos de terror e passa a fazer parte das estatísticas de violência. Se, nos próximos meses, os números se mantiveram no mesmo ritmo, o RN terá, ao final do ano, mais de 8,2 mil roubos de veículos  registrados este ano. O cenário “alarmante” reflete diretamente nas seguradoras de automóveis no RN, que procuraram o poder público para cobrar mais segurança e apontaram prejuízos para o mercado de seguros e para a população.

Os representantes do setor de seguros projetam prejuízos com o aumento na quantidade de  pagamentos de sinistros, e a consequência são percentuais de reajustes mais altos no valor pago para ter um seguro, tornando-os mais caros. “Quanto maior a sinistralidade, como chamamos essa indenização, maior será o valor cobrado da população”, avaliou o gerente da filial HDI Seguros, Jorge Fagundes.

Atuando no mercado de seguros há 17 anos, o gerente disse nunca ter visto tantos automóveis sendo roubados em solo potiguar. Jorge Fagundes explicou que o fato fez com que as sete maiores empresas de seguros que operam no RN montassem uma comissão e “pedissem socorro” ao poder público. Há alguns dias, os empresários se reuniram com  o titular da Delegacia Especializada na Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov), Licurgo Nunes Neto. Eles também pediram uma audiência com a secretária de Segurança, Sheila Freitas, e com o governador Robinson Faria.

“Cada dia que passa a gente não se surpreende mais com a frequência de roubos. Isso só aumenta e deteriora diretamente o resultado de uma empresa, porque grande parte do que é arrecadado volta para os segurados por meio de indenizações”, avaliou Jorge Fagundes. O gerente apontou que mais pessoas têm procurado por seguros de veículos por temer o roubo, mas ao mesmo tempo a crise financeira divide o possível cliente. “O Estado não faz o seu papel e a população é penalizada”, desabafou Jorge.

A lanchonete de Sérgio Melo, de 47 anos, está localizada em Lagoa Nova, na zona Sul de Natal, um dos bairros com a maior quantidade de veículos roubados da capital. De janeiro a julho de 2017, foram 275. De dentro do ponto comercial, Jorge assiste consternado ao roubo de automóveis, diariamente, e escuta reclamações de vítimas da criminalidade na rua Coronel Auris Coelho, uma das mais movimentadas do bairro, e outras   ruas próximas.

“A insegurança aqui é total, isso porque a Deprov fica aqui perto. A gente não sabe mais o que fazer. Eu escuto todos os dias pelo menos um relato de algum carro roubado na região. Isso quando os bandidos não fazem uma coisa pior com as pessoas. Na semana passada invadiram meu comércio e levaram tudo que eu tinha, só sobrou o refrigerador porque não conseguiram levar”, lamentou o comerciante.

Em nota, a Sesed disse que a Polícia Civil tem se empenhado em elucidar e coibir os crimes de furto e roubo de veículos no Estado. Segundo o Delegado Geral de Polícia Civil, Correia Júnior, existe uma ação conjunta entre Polícia Civil, Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), Polícia Militar e Secretaria de Tributação em cima das empresas que fazem a revenda de peças de veículos.

“Estamos realizando ações planejadas com o objetivo de localizar os veículos tomados de seus proprietários e desmantelar o esquema criminoso de revenda de peças e veículos. Em resposta às ocorrências criminosas, foram deflagradas operações conjuntas nas Áreas Integradas de Segurança Pública (AISPs), além de operações integradas onde foram feitas barreiras no trânsito para interceptação de veículos irregulares [a última foi no dia 9 deste mês, na zona Oeste]. Também estamos realizando operações específicas com a Deprov. Vamos continuar com essa agenda de operações e com as investigações”, diz a nota.

Raio-X da violência
Mapa roubo de veículos
Roubo de veículos
Fonte: Coine-Sesed/RN
14,71% foi o aumento no roubo e furto de carros e motos em 2017, em relação ao mesmo período de 2016.

2015: 5.283 carros roubados e 14 veículos roubados/dia

2016: 4.348 veículos foram roubados ou furtados de janeiro a junho/ 2016 e 20 carros foi a média diária em 2016
MÊS          2016    

Jan               557
Fev               557
Mar              681
Abr               668
Maio            608
Junho         635
Julho          642

2017: 4.988 veículos foram roubados ou furtados de janeiro a julho/ 2017 e 23 foi a média diária este ano
MÊS          2017
Jan             629
Fev             623
Mar           715
Abr            695
Maio          797
Junho         761
Julho         768

DICAS
O que fazer se o seu veículo for levado:
Ligar para o telefone 190 da Polícia Militar, solicitando que seja acionado o alerta de furto de veículos. Isso fará com que ele seja monitorado;

Em até 24 horas depois da ocorrência, é necessário fazer o Boletim de Ocorrência (B.O) na delegacia especializada em furtos e roubos de veículos;

Se o veículo estiver segurado, é necessário comunicar o sinistro ao corretor de seguros ou à seguradora responsável pela apólice;

O veículo poderá ser encaminhado para a perícia criminal se a polícia entender que é necessário.

Endereços
Delegacia Especializada na Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov)
Rua Leonardo Drummond, 1595 - Lagoa Nova, Natal
Telefone: (84) 3232-6313

Sindicato dos Corretores de Seguros do Rio Grande do Norte (Sincor)
Av. Amintas Barros, 2756 - Lagoa Nova, Natal
Telefone: (84) 3206-3366

Dicas para evitar roubos e furtos de veículos
Escolha bem o local antes de estacionar;
Não deixe objetos de valor dentro do carro;
Certifique-se que o carro foi trancado;
Evite dizer a qualquer pessoa estranha quanto tempo irá demorar até retornar;
Evite deixar a chave com pessoas desconhecidas;
Se for transitar por locais desconhecidos, planeje seu itinerário.

Fonte: Seguradoras e Sincor/RN

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários