Rio quer compensar a emissão de gases

Publicação: 2014-10-31 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Rio (AE) - O Comitê Rio/2016 divulgou ontem um relatório em que estima que a realização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro demandará a emissão do equivalente a 3,6 milhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera. Por essa razão, a entidade já firmou parceria com uma empresa especializada em soluções ambientais a fim de reduzir o impacto e compensar as emissões.

De acordo com Tania Braga, gerente geral de Sustentabilidade, Acessibilidade e Legado do Comitê Rio, a estimativa é que, do total de emissões, 724 mil toneladas sejam oriundas de ações da entidade. O restante (cerca de 2,9 milhões) inclui as emissões oriundas das obras de infraestrutura, instalações e até mesmo viagens de atletas estrangeiros que disputarão a Olimpíada. “Temos o objetivo de implementar ações para minimizar as emissões dos gases, ou seja, entregar Jogos de ‘baixo carbono’. Ao mesmo tempo, queremos criar um legado benéfico e duradouro”, explicou Tania.

As ações adotadas pelo Comitê Rio vão desde a escolha de tecidos de baixo impacto até a utilização de combustíveis menos danosos ao meio ambiente, como o etanol.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários