RN: 18% das viaturas terão tablets

Publicação: 2017-04-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
As viaturas da Polícia Militar do Rio Grande do Norte voltam a contar com tablets que possuem um sistema que deve integrar informações de segurança pública e dar mais eficiência às operações da polícia nas ruas. Das 1.090 viaturas operacionais da PM/RN, 200 terão o aparelho, o que representa 18% do total que circula no Estado. Eles funcionarão com o sistema Rota, desenvolvido pelo governo do Estado e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).
Com o Rota instalado nos tablets, as equipes das viaturas receberão os roteiros de policiamento e o tipo de operação que devem fazer
Com o Rota instalado nos tablets, as equipes das viaturas receberão os roteiros de policiamento, com os pontos base nas ruas, e o tipo de operação que devem fazer virtualmente. A fiscalização do cumprimento desses roteiros e ordem de serviço será feita por tecnologia de geolocalização. Nas demais viaturas, a fiscalização continuará a ser feita presencialmente pelos oficiais do dia. O sistema também consegue detectar se a viatura saiu do seu roteiro para atender uma ocorrência a pedido do Ciosp.

“Os dados, que poderiam ser perdidos na comunicação pelo rádio entre o Ciosp e a viatura, ficam todos registrados no sistema”, disse o coordenador de Tecnologia da Informação da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed/RN), major Emiliano Loiola.

Dessa forma, o sistema ajudará a produzir informação sobre as ocorrências e utilizar as que já estão disponíveis em repositórios de informações da Segurança Pública estadual. Tudo isso em tempo real. “É diferente de mandar um relatório estatístico para o comandante de um batalhão, lá no interior, que daqui há um mês vai chegar lá para ele começar a planejar as operações e cartões programas [roteiros]”, comentou o coordenador de Tecnologia da Informação da Sesed/RN.

Os militares responsáveis por definir as operações e os roteiros terão o auxílio de manchas criminais. Num mapa, as manchas mostram as ruas onde mais ocorreram crimes em cor vermelha. Durante este mês, os comandantes dos batalhões deverão passar por treinamento. Até o final do mês todo o treinamento deve ser finalizado.  Com a tropa, a capacitação começou há dois meses com 450 homens em todo Estado. Atualmente existem 60 viaturas com os tablets em Natal e, no interior, 20.

A Sesed/RN observa uma estabilidade nos números de mortes violentas entre fevereiro e março - mês do início do funcionamento em fase experimental – em função do sistema. O Rota também permitirá fazer análises preditivas do movimento do crime. “A gente identifica padrões e consegue prever se amanhã, por exemplo, há uma grande probabilidade de haver uma determinada ocorrência em determinada área da cidade”, explicou o Emiliano Loiola.

Em 2014, os aparelhos foram doados pelo Governo Federal ao Rio Grande do Norte para compor o aparato da Segurança Pública para a Copa do Mundo. Na época, funcionavam com uma aplicação do Ministério da Justiça. De lá pra cá, os equipamentos ficaram sem uso. Em 2015, o governo do Estado firmou um convênio com o Instituto Metrópole  Digital da  UFRN. Em 2016, o Rota começou as ser desenvolvido. 

O aparelho tem câmera frontal, traseira entrada HDMI, fone de ouvido, proteção contra pancadas, entradas para cabos de dados e 16 giga de memória de armazenamento. Segundo o coordenador, os aparelhos não tornaram-se obsoletos com o passar do tempo. A manutenção será feita pelos próprios servidores da Coordenadoria de Tecnologia da Informação.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários