RN-305 será fechada para remoção de areia

Publicação: 2020-01-11 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Problema recorrente em uma das praias mais famosas do litoral Norte do Rio Grande do Norte, uma das estradas que dá acesso a praia de Pitangui, em Extremoz, na Grande Natal, vai passar por interdições na próxima semana para retirada de areia proveniente de dunas que margeiam a rodovia RN-305, que liga à BR-101.

Créditos: Alex RegisLimpeza da RN-305 que dá acesso a praias do litoral norte será executada a partir da próxima semana, segundo informação do DER, a partir das 8hLimpeza da RN-305 que dá acesso a praias do litoral norte será executada a partir da próxima semana, segundo informação do DER, a partir das 8h
Limpeza da RN-305 que dá acesso a praias do litoral norte será executada a partir da próxima semana, segundo informação do DER, a partir das 8h

Segundo o diretor do Departamento de Estradas e Rodagens do RN (DER-RN), Manoel Marques, nesta sexta-feira (10), a interdição aconteceu até às 16h e será refeita a partir das 8h da próxima segunda-feira (13).

“Segunda-feira vou fechar com CPRE ou sem CPRE. Faço igual o que eu fiz hoje (sexta). Meto areia no meio da pista e não passa ninguém. Nesse momento está em condições de passar tranquilo, mas o ideal seria que o CPRE, que é o responsável pela operação e fiscalização de trânsito, mantivesse policiais orientando e controlando. Porque infelizmente tem muita gente mal-educada”, disse o diretor.

A reportagem da TRIBUNA DO NORTE foi até ao local na tarde desta sexta-feira (10) e não havia nenhuma máquina do DER-RN no local. Isso porque, mais cedo, uma equipe do DER foi até o local e  promoveu uma interdição para retirar a faixa de areia que cobriu totalmente a via após as recentes chuvas.

“Na minha expectativa, vai ficar interditado de 08h às 16h, uma semana pelo menos. Se eu não conseguir encostar num poste enterrado, eu continuo na outra semana”, completou o diretor.

A “limpeza” parcial da areia das dunas na estrada trata-se de um paliativo, segundo Manoel Marques e condutores ouvidos pela TRIBUNA DO NORTE na entrada de Pitangui. Isso porque os fortes ventos trazem a areia de um terreno ao lado e impedem a passagem dos veículos. A obstrução, mesmo que parcial, aumenta o risco de acidentes e favorece a ação de bandidos em alguns horários.  Não há qualquer sinalização antes ou depois do trecho para alertar sobre a especificidade do trecho.

Créditos: Alex RegisTrechos são mais perigosos devido à quantidade de areia na pista e também nas curvasTrechos são mais perigosos devido à quantidade de areia na pista e também nas curvas
Trechos são mais perigosos devido à quantidade de areia na pista e também nas curvas

“Isso é terrível. Quando chove segura mais, mas quando está assim, temos que fazer o desvio pela Contendas, mas eles não fazem a estrada. Um carro meu já atolou aí certa vez”, disse o militar aposentado Amauri Leão, 60 anos, morador de Pitangui há 40 anos.

O problema acontece de forma recorrente a partir do mês de agosto e segue até a alta estação. A TN repercutiu o assunto em outras edições ao longo de 2019. A rodovia foi construída em uma área de campo dunar, onde as dunas móveis se deslocam de acordo com a força dos ventos.

“O que eles fazem é isso. Tirar do lado esquerdo e jogar do lado direito. Até tem como devolver para lá, eles teriam como fazer o quê: um trator de esteira e empurrar essa areia para trás. Mas mesmo assim é uma solução paliativa”, lamentou o taxista Carlos Antônio Lopes, 39 anos, nativo de Pitangui. “Quando o DER e a prefeitura de Extremoz querem fazer, eles resolvem, na verdade. Mas quando eles não querem, ficam fazendo paliativo", completou.

Ciente do problema, o diretor do DER disse que pretende abrir uma carta-convite para que uma empresa de consultoria possa ser contratada, em 2020, para dar resposta do que pode ser feito naquela rodovia para resolver o problema em definitivo.

“Determinei a abertura de um processo e estou fazendo um levantamento para contratar uma consultoria para nos dizer o que é que temos fazer para acessar as praias de Pitangui, Barra do Rio e Jacumã”, disse.

Nos momentos da interdição, condutores que estiverem seguindo para Pitangui podem utilizar o acesso por meio de Barra do Rio. Quem vai para Jacumã e outras praias, por sua vez, pode optar pelo acesso à praia de Muriú.

A reportagem entrou em contato com o Comando do Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE), para saber se haverá equipes na semana que vem em Pitangui, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.






Deixe seu comentário!

Comentários