RN e RS são os únicos estados com todos os deputados federais brancos

Publicação: 2019-11-13 12:40:00 | Comentários: 0
A+ A-
Mesmo com a maioria da população se declarando negra ou parda, o Rio Grande do Norte é um dos dois estados brasileiros com 100% dos deputados federais autodeclarados brancos. O dado foi divulgado nesta quarta-feira no relatório "Desigualdades sociais por cor ou raça no Brasil", publicado pelo IBGE.

No estado, segundo o IBGE, 64% da população se autodeclara negra ou parda. Além do RN, apenas o Rio Grande do Sul tem o mesmo percentual de deputados federais autodeclarados brancos, porém lá 78% da população se considera branca e apenas 21% negra ou parda.
Câmara Federal
Na Câmara Federal, negros e pardos representam 24,4% dos deputados

Nas eleições anteriores, em 2014, dos oito deputados federais eleitos pelos potiguares, apenas um autodeclarou-se preto ou pardo. Naquele ano, Sergipe e Distrito Federal, também com oito representantes na Câmara dos Deputados, estavam na mesma situação. Apenas Paraná tinha uma sub-representação mais acentuada: um deputado federal preto ou pardo de 20 vagas, 3,3% do total. 

Segundo o IBGE, a ausência de deputados federais negros ou pardos não acontece por falta de candidatos. Nas eleições de 2018, os 121 concorrentes ao cargo no RN, 49 autodeclaram-se  negro ou pardos, 40,5% do total. Essa é a terceira menor proporção do Norte e Nordeste. 

No Brasil, o quadro atual é de sub-representação da população negra ou parda na Câmara dos Deputados, nas assembleias legislativas estaduais e nas câmaras de vereadores: apenas 24,4% dos deputados federais e 28,9% dos deputados estaduais eleitos em 2018 e 42,1% dos vereadores eleitos em 2016 no país eram negros ou pardos.

Legislativo estadual 

Na Assembleia Legislativa, nove dos 24 parlamentares autodeclararam-se negro ou pardo à justiça eleitoral. Isso representa 37,5% do total. Os dados evidenciam a subrepresentação desse grupo populacional, uma vez que 64% dos norte-rio-grandenses são pretos ou pardos. Em 2014, apenas dois deputados estaduais autodeclararam-se negro ou pardos, 8,3%. 
Em 2018, quando analisadas as candidaturas, os negro ou pardos representaram 45,2%. Foram 149 candidatos negro ou pardos do total de 330. Ainda assim, esse número representa a menor proporção do Norte e Nordeste entre as casas legislativas estaduais. 

Prefeitos e vereadores 


Dos 167 prefeitos de municípios norte-rio-grandenses, 32% são pretos ou pardos. No legislativo municipal, os 1.640 vereadores se aproximam mais da proporção de cor ou raça da população em geral, visto que 42% das cadeiras são ocupadas por pretos ou pardos. 

Candidaturas de brancos têm 4,5 vezes mais receita


As candidaturas de pessoas pretas ou pardas somadas, para a Câmara Federal em 2018, totalizam receita de R$ 4.094.000 no Rio Grande do Norte. Por outro lado, as candidaturas de pessoas brancas dispuseram de R$ 18.276.000 de receita declarada à justiça eleitoral, o que representa 4,5 vezes o valor se comparada com a dos pretos ou pardos. 

Na classe dos que arrecadaram “R$ 1 milhão ou mais” estão 13% das candidaturas brancas à Câmara Federal, quinta maior proporção do Norte e Nordeste. Somente 2,6% das candidaturas de pretos ou pardos estão nessa classe no RN, a terceira menor proporção entre estados do Norte e Nordeste. 

Para realizar o estudo do tema representação política, o IBGE utilizou dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre as eleições de 2018, 2016 e 2014.




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários