Cookie Consent
Natal
RN sedia feira nordestina de Agricultura Familiar e Economia Solidária
Publicado: 15:17:00 - 25/05/2022 Atualizado: 15:17:21 - 25/05/2022
No próximo mês, o Rio Grande do Norte irá sediar a I Feira Nordestina da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Fenafes), no Centro de Convenções de Natal, na Via Costeira. O evento, que dura de 15 a 19 de junho, é iniciativa da Câmara Temática da Agricultura Familiar do Consórcio Nordeste, coordenada pela governadora Fátima Bezerra. O investimento de R$ 640 mil do Estado foi garantido pelo empréstimo junto ao Banco Mundial, por meio do Projeto Governo Cidadão, com apoio da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape).

Magnus Nascimento


O objetivo principal é fortalecer iniciativas de integração de políticas públicas em torno do Programa de Alimentos Saudáveis do Nordeste, principal bandeira dos estados que fazem o Consórcio Nordeste. Além disso, a Feira visa proporcionar o intercâmbio de políticas públicas envolvendo governos e movimentos sociais; fortalecer o cooperativismo solidário e a comercialização; e oferecer formação, com palestras, oficinas e cursos sobre acesso à terra, sistemas agroalimentares, produção de alimentos saudáveis e agroecologia. 

A previsão é da participação de 150 cooperativas e associações, 500 expositores e público visitante de mais de 10 mil pessoas durante os cinco dias de evento que tem entrada gratuita. 

A feira também será espaço estratégico para reafirmação da identidade cultural da região, divulgação de saberes e sabores que marcam e caracterizam o povo nordestino, e contará com a cozinha “Sabores da Terra” e Festival Gastronômico, além de programação cultural com shows de artistas de destaque regional e nacional. 

O titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf), Alexandre Lima, disse que "o momento da realização da Fenafes é importante porque é no período da colheita e reúne em Natal toda a expressão que a agricultura familiar representa no Nordeste". "Esta é a primeira vez que os estados do Nordeste se associam a um evento para melhor organizar o setor e promover o intercâmbio de políticas públicas para a economia solidária. Quem produz alimento de qualidade e agroecológico é a agricultura familiar e este será o maior evento do setor no Brasil", informou. 

Rosana Lima, coordenadora da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar no RN (Fetraf/RN), considerou que "a feira é a prova de que homens e mulheres do campo resistem ao retrocesso, produzem e demonstram que a agricultura contribui para o desenvolvimento dos estados e do País".

A perspectiva de ampliação da produção e dos negócios foi ressaltada pelo diretor técnico do Sebrae-RN, João Hélio. Ele disse que o evento vai viabilizar também contatos de compradores à agricultura familiar. "Estaremos presente com stand oferecendo mesas de negócios a cada estado para viabilizar a comercialização entre o produtor e o comprador em escala". 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte