Cookie Consent
Natal
RN tem apenas três cidades sem casos confirmados de covid-19
Publicado: 00:00:00 - 26/06/2020 Atualizado: 22:06:05 - 25/06/2020
Ícaro Carvalho
Repórter

Passados pouco mais de 100 dias da pandemia do novo coronavírus no RN, três cidades do Estado não registram casos ou óbitos pela covid-19. Curiosamente, todas estão localizadas no Oeste. São elas: Água Nova, Rafael Fernandes e Riacho de Santana, cidades com menos de 10 mil habitantes. Gestores de saúde desses municípios ouvidos pela  TRIBUNA DO NORTE disseram que os municípios têm adotado fiscalização no comércio e barreiras sanitárias na entrada das cidades como medidas de prevenção. A região Oeste é uma das mais afetadas pela disseminação dos casos de covid-19, com epicentro em Mossoró.

Divulgação
Secretaria Municipal de Saúde de Riacho de Santana montou barreiras sanitárias com apoio da PM

Secretaria Municipal de Saúde de Riacho de Santana montou barreiras sanitárias com apoio da PM



Os municípios promovem barreiras sanitárias e educativas. As equipes técnicas de saúde têm distribuído máscaras e monitorado quem entra nos territórios a partir da aplicação de questionários epidemiológicos, visitas e ligações telefônicas para pacientes e usuários do sistema público de saúde. Chama atenção o fato dessas cidades terem conseguido, até hoje, controlar a entrada do vírus em seus territórios sem o lockdown.

Em Riacho de Santana, no Alto Oeste, o Boletim da Secretaria de Saúde mais atual aponta 10 casos monitorados e outros 11 descartados. Não há suspeitos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no município. De acordo com a secretária municipal de Saúde, Camila Fontes, o comércio da cidade está aberto, com restrições e horário reduzido. Segundo ela, a população tem cooperado com as recomendações de distanciamento e isolamento social.

“Como é uma cidade pequena e não temos fluxo grande de pessoas, é só mesmo a população. Temos uma barreira sanitária e a gente controla as pessoas que vão entrar na cidade. O mercado está com horário diferenciado, não é como antes e tem todos os cuidados. Temos visitas semanais da vigilância sanitária”, relatou. Em Riacho de Santana, o comércio que comumente costuma funcionar até às 20h, atualmente fecha às 18h. “A gente precisa do comércio local para que as pessoas não saiam para comprar em outros municípios”, complementou Camila Fontes.

Já na cidade de Rafael Fernandes,no Alto Oeste,  o Boletim  mais recente registrava 3 casos suspeitos, 25 monitorados e 11 descartados. A secretária municipal de Saúde, Hildevan Duarte, informou que, além do trabalho educativo e entrega de máscaras, as pessoas estão respeitando o isolamento, apesar de ressalvas em algumas situações, acrescentando que há casos de moradores da cidade não cooperando com as medidas de distanciamento. “Se você chega em Rafael Fernandes à tarde, as pessoas só saem para o necessário. Mas tem aqueles casos de pessoas que, por mais que você tente informar e orientar, elas dão trabalho”, comentou a secretária.

“A gente vive 24 horas preocupado. Quando sabe que tem uma pessoa de fora na cidade, a vigilância vai visitar, orientar. É todo um trabalho sendo realizado desde março, todos os dias”, ressaltou Hildevan Duarte. Assim como em Riacho de Santana, o comércio está aberto, porém, com restrições. “O comércio está aberto tendo precauções. Não aglomerar, usar máscara, álcool em gel. Tem alguns que são fechados, mas possuem uma janela aberta e os pedidos vão lá”, explicou a gestora municipal de saúde. 

Em Água Nova, que não possui nem casos confirmados ou suspeitos, são nove usuários monitorados e outros dois tiveram exames descartados para coronavírus. De acordo com a secretária de saúde  Edilma Souza Queiroz, uma das medidas tomadas pela pasta foi a suspensão de viagens para consultas de rotina em outras cidades, evitando que essas pessoas se contaminassem. “Só se fosse de urgência. Não enviei justamente para evitar a contaminação. Somos uma cidade pequena”, informou. Ocomércio na cidade está aberto, mas com restrições de horários. Para controlar o fluxo de pessoas no município, carros de som passam nas ruas para orientá-las sobre as medidas de isolamento social. Barreiras sanitárias também estão sendo feitas, pelo menos duas vezes por semana. 

De acordo com o Boletim Epidemiológico Nº 97 da Sesap, outra cidade não possui registro positivo da doença: Sítio Novo. No entanto, a cidade confirmou casos. A Sesap/RN explicou a divergência de dados. “Nesse momento, os municípios têm autonomia para preenchimento das fichas de notificação do dia e anteriores. Esse preenchimento retrospectivo pode causar divergência de informação, mas estamos trabalhando para minimizar esses defeitos”, disse Alessandra Lucchesi, subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap/RN.

População
Água Nova
3.252 habitantes

Rafael Fernandes
5.098 habitantes

Riacho de Santana
4.204 habitantes

Fonte: IBGE







Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte