RN tem prejuízo de quase R$ 800 milhões com acidentes

Publicação: 2017-12-07 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O Observatório Nacional de Segurança Viária divulgou os dados mais recentes sobre prejuízos causados com acidentes de trânsito no país. As regiões Sudeste e Nordeste estão entre as que mais perderam recursos e, no caso do Rio Grande do Norte, o prejuízo ficou próximo dos R$ 800 milhões em um ano. Os números utilizados são referentes a 2015.

Nos corredores dos hospitais Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal e no Hospital Doutor Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim, quem é vítima de acidentes de trânsito é abordado por “atravessadores”

De acordo com os dados apresentados, o RN teve prejuízo de R$ 794.034.250,67 devido aos acidentes de trânsito. Os custos são calculados com base em gastos com hospitais, médicos, infraestrutura, medicamentos e pronto-atendimento, entre outros fatores, todos custeados com verbas públicas.

"Consequentemente esse recurso deixou de ser investido em melhorias como saúde, educação, saneamento básico que poderiam ter sido feitas pelos respectivos Governos, mas não fizeram por causa dos acidentes de trânsito que poderiam ser evitados", aponta o estudo.

Quando se leva em consideração o custo per capita, cada cidadão do Rio Grande do Norte paga, em média, R$ 230,68 de seus impostos para arcar com os gastos dos acidentes. O valor está abaixo da média nacional, que é de R$ 255,69, e é o segundo mais baixo do Nordeste, ficando acima somente do custo per capita da Bahia (R$ 200,81). Em números absolutos, o valor pago pelo RN em acidentes só é maior do que de Sergipe (R$ 741.281.794,50).

País
No país, o maior gasto per capita com acidentes é o do Piauí, onde R$ 495,23 dos impostos pagos por cada cidadão são para arcar com os gastos com acidentes de trânsito, enquanto no Tocantins, cada contribuinte paga R$ 488,36. Por outro lado, o valor no Rio de Janeiro é de R$ 179,57 e, em São Paulo, é de R$ 180,47. Apesar de ter o menor valor per capita, São Paulo, que possui de longe a maior frota do país, é o estado onde mais se gasta com acidentes. Em 2015, foram mais de R$ 8 bilhões.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários