RN terá chuvas acima da média em janeiro

Publicação: 2019-01-09 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Com chuvas de granizo e ventanias, o Rio Grande do Norte vem passando por fenômenos climáticos atípicos desde o fim de dezembro até o início de janeiro deste ano. Na última segunda-feira (7), rajadas de vento destruíram o moinho de vento na entrada da cidade de Macau, e chegaram a velocidades de até 50 km/h, de acordo com a Empresa de Pesquisas Agropecuárias do RN (Emparn), e chuvas de até 62 milímetros foram registradas na região Oeste. A previsão do setor de meteorologia da Emparn é de uma pré-estação chuvosa boa para o Estado, com chuvas acima da média, o que pode ajudar a reverter a situação do abastecimento, que ainda é crítica.

No último fim de semana, fortes ventos e granizo surpreenderam o interior do RN
No último fim de semana, fortes ventos e granizo surpreenderam o interior do RN

As chuvas de granizo aconteceram nas cidades de Currais Novos, Governador Dix-Sept Rosado e Florânia, ainda na primeira semana de 2019. Os fenômenos climáticos atípicos que vêm acontecendo no interior do Estado são causados pela aproximação do vórtice ciclônico de ar superior, que costuma influenciar no tempo especialmente no Nordeste brasileiro.

De acordo com o meteorologista Gilmar Bristot, da Emparn, ainda é cedo para prever se o vórtice vai continuar afetando o Rio Grande do Norte, ou se vai descer para a Bahia, o que também é uma possibilidade. “São quatro episódios já decorrentes desse fenômeno. Estamos fazendo o monitoramento, porque não é comum que isso aconteça, e também não tem como prevermos ainda se essa situação vai se repetir”, explica.

Apesar de ainda não poderem prever a continuidade dos fenômenos como as rajadas de vento e chuvas de granizo, a Emparn afirma que a pré-temporada chuvosa do RN, que já teve início, tende a ser positiva. Entre a manhã desta segunda-feira (7) e desta terça-feira (8), o monitoramento registrou chuvas de 62 milímetros no município de Riacho de Santana, na região Oeste do Estado. Outros municípios, como Pau dos Ferros, Francisco Dantas e Pendências também registraram marcas de chuvas que ultrapassem os 45 milímetros.

“Há uma tendência de que as chuvas continuem acontecendo no Nordeste até o dia 25 de janeiro, uma boa notícia para o sertanejo”, afirma Bristot. Em dezembro, as chuvas também ficaram acima da média no Estado.

Sobre as ventanias de Macau, Bristot explica que a situação foi ocasionada pela formação de uma área de instabilidade que atingiu os municípios de Pendências, Alto do Rodrigues e a região de Carnaubais, no Vale do Açu. “Essa área de estabilidade é geralmente uma área de baixa pressão, que suga o vento das regiões vizinhas para baixo dela. Aconteceram chuvas fortes na região de Pendências, que criaram uma situação propícia para a formação desses ventos na região circunvizinha”, explica. Como Macau estava localizada no meio dessa estabilidade, o vento acabou sendo ainda mais forte naquela região.

Em termos de abastecimento, os reservatórios do Rio Grande do Norte estão com 21,7% de sua capacidade de armazenamento, de acordo com o Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn). Entre os 47 reservatórios monitorados pelo Instituto, sete estão em volume morto e outros oito estão completamente secos, dentre eles açudes importantes, como o Gargalheiras, em Acari, e o Dourado, em Currais Novos.

Chuvas registradas no RN entre o dia 7 e 8 de janeiro, de acordo com a Emparn

Região Oeste
Riacho De Santana(Emater) -  62,0

Francisco Dantas(Emater)  -   55,0

Pau Dos Ferros(Particular)  - 49,0

Pendencias(Ana)  -  45,9

Martins(Particular)  -  42,0

Portalegre(Particular)  -  39,2

Messias Targino(Prefeitura)  -  38,0

Encanto(Prefeitura) -   36,0

Caraubas(Particular)  -  33,6

Agua Nova(Prefeitura)  -  33,3

Lucrecia(Emater)  -  32,7

Campo Grande(Particular  2)  - 31,2

Janduis(Emater)  -  31,0

Jose Da Penha(Emater)  -  29,1

Piloes(Prefeitura) -  28,0

Felipe Guerra(Prefeitura) -  27,0

São Francisco do Oeste  (Prefeitura)   - 23,0

Porto Do Mangue(Prefeitura)   -  22,4

Luis Gomes(Delegacia)  -  2,0

Major Sales(Prefeitura)  -  20,0

Tenente Ananias(Emater-st  Mororo) -   20,0

Dr. Severiano(Emater)   -  18,0

Barauna(Emater) -  17,9

Campo Grande(Particular)  -  17,7

Joao Dias(Emater)  -  15,0

Parana(Emater)  -  13,0

Rodolfo Fernandes(Prefeitura)   - 12,0

Frutuoso Gomes(Emater) -   11,0

Venha Ver(Emater)  -  10,0

Antonio Martins (St. Areias (ex-corredor) -   9,0

Patu(Particular) -   8,0

Severiano Melo(Prefeitura) -   7,8

Rafael Godeiro(Emater) -   7,7

Jucurutu(Emater) -   6,8

Umarizal(Fazenda Camponesa  (particular) -  6,0

Olho D'agua Dos Borge (Particular)  -  4,9

Riacho Da Cruz(Emater)  -  4,8

Apodi(Prefeitura)  -  3,2

Serrinha Dos Pintos(Prefeitura) -   1,5

Região Central
Caico(Acude Mundo Novo- emparn)  -  50,0

Ouro Branco(Sindicato Trabalhadores rurais)   - 38,5

Timbauba Dos Batistas(Prefeitura-fz. Timbauba) -   22,0

Sao Joao Do Sabugi(Emater)   - 20,0

Sao Fernando(Emater)  -  11,0

Caico(Acude Itans)  -  8,1

Macau(Defesa Civil (ex-emater) -   4,5

Jardim Do Serido(Emater/passagem)  - 3,0

Lagoa Nova(Emater/st. Humaita)  -  2,0

Acari(Particular)  -  1,8

Região Agreste
Sitio Novo(Prefeitura) -  19,0

Coronel Ezequiel(Particular)  -  9,3

Jacana(Emater)  -  9,1

Região Leste
Parnamirim(Base Fisica Da Emparn)  -  1,7

Natal  -  0,8


continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários