Natal
RN terá pacto contra analfabetismo
Publicado: 00:00:00 - 27/04/2017 Atualizado: 23:20:44 - 26/04/2017
Marcelo Lima
Repórter

O Governo do Estado pretende lançar o Pacto pela Alfabetização dos Potiguares, PactoAlfa, no final do próximo mês. A iniciativa pretende unir setor privado, governos e sociedade civil organizada para, em quatro anos, acabar todo analfabetismo entre crianças de até sete anos de idade. Entre pessoas com mais de 15 anos, a meta é reduzir o problema pela metade. Os levantamentos mais recentes apontam 528 mil pessoas não alfabetizadas no Estado, conforme a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) de 2015 do IBGE.

Alex Régis
No RN, entre as pessoas com 15 anos ou mais, há 425 mil analfabetas, segundo a PNAD 2015

No RN, entre as pessoas com 15 anos ou mais, há 425 mil analfabetas, segundo a PNAD 2015


No RN, entre as pessoas com 15 anos ou mais, há 425 mil analfabetas, segundo a PNAD 2015

Leia Mais

Com até 7 anos de idade, existem 82 mil crianças não alfabetizadas. Entre as pessoas com 15 anos em diante, há 425 mil, conforme a PNAD 2015. Por parte da Secretaria de Estado da Educação (SEEC), cinco projetos já estão descritos na minuta do Pacto. Um deles é o projeto de Alfabetização e Letramento na idade certa. Conforme a secretária de Educação, Cláudia Santa Rosa,  o professor responsável pela alfabetização permanecerá com a mesma turma durante dois anos com a finalidade de evitar descontinuidades no processo de ensino-aprendizagem.

Para dar continuidade ao hábito de leitura, depois da alfabetização, os alunos serão incluídos no RN Mais Leitor. O projeto tem o objetivo de promover a leitura e eventos relacionados ao livro em espaço públicos, e não se resume às escolas e bibliotecas. Santa Rosa acredita esse tipo de ação estimula os indivíduos a levarem a leitura para o cotidiano.

Há também projeto para a alfabetização de Jovens e Adultos na zona rural atrelado ao ensino técnico-profissionalizante. A iniciativa deve ser financiada pelo programa de investimento  Governo Cidadão (antigo RN Sustentável). Um quarto projeto é  a Educação de Jovens e Adultos para alfabetização em parceria com instituições de ensino superior públicos do Estado. Essa iniciativa deve ser financiada a partir de um programa do governo Federal, o Brasil Alfabetizado. Neste caso, o governo do Estado também deve dar uma contrapartida em dinheiro.

Por enquanto, o pedido de adesão do Governo do Estado está em análise pelo Governo Federal. Só com este projeto, a Secretaria Estadual de Educação,   universidades, institutos e faculdades públicas pretendem alfabetizar 30 mil jovens e adultos. De acordo Cláudia Santa Rosa, a Secretaria não vai esperar muito tempo para que o governo Federal aprove a adesão potiguar ao Brasil Alfabetizado este ano.

Caso não haja resposta neste ano,  o órgão estadual buscará alternativas dentre das próprias estruturas estaduais, como a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte e Instituto de Formação de Professores Presidente Kennedy para viabilizar esse projeto. Se essa alternativa for executada, a meta de alfabetizados, neste projeto, deve ser redimensionada.

Um dos projetos integrantes do Pacto que necessita do engajamento dos cidadãos é o Alfabetizo Você. A ideia é que  pessoas já alfabetizadas ensinem a aqueles que ainda não possuem essas habilidades. Ferramentas de ensino a distância, como vídeos poderão ser usados nesse processo de formação. Exatamente por ser um pacto, o governo também espera que municípios, entidades representativas, igrejas e movimentos sociais apresentem propostas para atingir as metas contra o analfabetismo. 

ANALFABETISMO NO RN
445 mil pessoas, com mais de 10 anos, não sabem ler nem escrever.

Distribuição por área
280 mil pessoas estão na área urbana

165 mil pessoas estão na área rural

Distribuição por idade
10 a 29 anos: 38 mil

30 a 59 anos: 244 mil

60 anos ou mais: 163 mil

Fonte: Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2015 (PNAD) do IBGE


Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte