RN vai utilizar 100% do lote da vacina de Oxford imediatamente

Publicação: 2021-01-23 10:51:00
A governadora Fátima Bezerra informou, através das redes sociais, que a vacina produzida pela AstraZeneca/Oxford será utilizada de maneira imediata e integral no Rio Grande do Norte. Ao contrário do que ocorreu com a vacina do Instituto Butantan, a Coronavac, o governo não vai reservar metade do lote para a segunda dose do imunizante.
Créditos: STEVE PARSONS/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOVacina desenvolvida pela AstraZeneca e Universidade de Oxford também é produzida na ÍndiaVacina desenvolvida pela AstraZeneca e Universidade de Oxford também é produzida na Índia

Neste sábado (23), Fátima explicou que, devido ao intervalo ser de aproximadamente 12 semanas entre a primeira e segunda dose do imunizante da AstraZeneca, o Governo do Estado poderá utilizar todas as aproximadamente 32 mil doses que serão encaminhadas ao Rio Grande do Norte, já que há tempo suficiente para a chegada de novos lotes do imunizante para garantir a segunda dose do grupo que for vacinado prioritariamente.

No caso da Coronavac, o Rio Grande do Norte recebeu aproximadamente 82 mil doses, mas só pôde utilizar metade da quantidade no primeiro momento, já que o intervalo para a aplicação entre primeira e segunda dose é inferior a um mês. Assim, poderia haver o risco de pessoas que tomassem a primeira dose ficarem sem a segunda dentro do período determinado pelo fabricante.

"Estamos aguardando agora a confirmação do horário de aterrissagem. Nossa logística, mais uma vez, já está toda pronta para o recebimento das doses que chegam para contemplar os profissionais da saúde que ainda não foram vacinados. Esse lote será totalmente utilizado, já que o intervalo para a 2ª dosagem da vacina deste laboratório é de 12 semanas e o Ministério da Saúde nos garantiu o envio de um novo lote até lá", garantiu a governadora.



Leia também: