Roberto Fernandes redesenha o ABC

Publicação: 2019-06-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O técnico Roberto Fernandes mostrou, de cara, que não vai apostar em “radicalidades” para tentar tirar o ABC da situação ruim na Série C do Campeonato Brasileiro. A primeira escalação que colocou em campo, no treino de ontem, que marcou o início do seu trabalho, posiciona cada jogador em sua função original, no campo de jogo.

Créditos: Adriano AbreuRoberto Fernandes reúne os prováveis titulares do ABC para o jogo de sábado em São Luís e aponta a forma como quer jogarRoberto Fernandes reúne os prováveis titulares do ABC para o jogo de sábado em São Luís e aponta a forma como quer jogar
Roberto Fernandes reúne os prováveis titulares do ABC para o jogo de sábado em São Luís e aponta a forma como quer jogar

Edson, que recupera a condição de titular, Ivan, Maurício, Joécio e Hugo, lateral de ofício, formaram a defesa. O meio campo, que parece ter um viés mais protetivo em relação à zaga, criticada pelos erros recentes, terá Anderson Pedra e Valdemir na marcação, dando liberdade a Anderson Rosa para a transição ofensiva e o ataque. No setor ofensivo, Jefinho está posicionado no lugar onde foi artilheiro e melhor jogador do Campeonato Potiguar 2019, no comando. Na esquerda Luan recupera a condição de titular, com Anderson, especialista no setor, fazendo a direita. Hélio Paraíba vai para a reserva.

O treinador foi apresentado, assumiu o comando do grupo do  junto com auxiliar técnico, Leandro Sena e mandou reintegrar o lateral-esquerda Evandro ao elenco, evitando ficar apenas com Hugo, especialista na ala esquerda. Na semana passada, o jogador foi um dos nomes anunciados numa lista de dispensa pelo próprio presidente Fernando Suassuna, ao lado dos também laterais Maicon, Jonathan e do atacante Éder. Todos ainda estão no processo de acordo com o clube.

Ele disse que assistiu dois jogos do clube e ressaltou que a questão da reintegração de Evandro, ocorreu mais pelo fato de o ABC ter contratado o atleta, por empréstimo ao Sport Recife que não aceita a devolução do jogador antes do final do contrato. "Se o jogador está nessa situação, não cabe ao clube deixar ele trabalhando em separado", explicou.

Fernandes disse que no contato com a diretoria, ficou definido uma permanência mais longa no ABC e, por isso ele decidiu aceitar o convite. "Se o contrato oferecido fosse apenas para realizar as onze partidas que restam na Série C eu não viria. Até porque vinha estudando situações para assumir clubes da Série B. O contrato firmado foi até o final da temporada de 2020, por isso é que estamos aqui", salientou.

Mas a equipe necessita de reforços e como o número de inscrição do Brasileirão hoje está limitado, o ABC só possui margem para realizar mais duas inscrições e cinco substituições no elenco até terminar a disputa da Série C.

Algumas negociações que estavam em andamento estão maneiras e o enxugamento do atual elenco será realizado por Roberto Fernandes, que terá de apresentar um aproveitamento de 60% para manter o clube na briga por uma vaga na segunda fase ou de 51% para conseguir livrar o Alvinegro do rebaixamento.

Com relação a Wallyson, como a questão da janela impede a utilização do será de forma imediata e como já conhece a qualidade do atacante, ele disse que o seu trabalho vai ser manter o jogador bem física e tecnicamente bem para quando estrear poder dar o máximo para o grupo. "A Série C está muito equilibrada, tenho certeza que esse grupo vai se ajustar e dar uma resposta positiva para essa torcida", destacou Roberto Fernandes.

Hoje time potiguar é o lanterna do grupo A, onde conquistou apenas quatro dos 21 pontos já disputados. O ABC volta a campo pelo Brasileirão no próximo sábado, quando enfrenta o Sampaio Corrêa, no Maranhão, em jogo com o início previsto para às 19h15.





Deixe seu comentário!

Comentários