Rodada facilita negócios para indústria de fardamentos

Publicação: 2013-09-18 00:00:00
Da Agência Sebrae RN

A realização da Copa do Mundo FIFA 2014 no Brasil vai fomentar novos negócios nas cidades-sede dos jogos e um dos segmentos que serão beneficiados é o de uniformes e fardamentos profissionais. A estimativa é que o setor têxtil movimente cerca de R$ 580,4 milhões em todo o País. No Rio Grande do Norte, as pequenas indústrias de fardamentos participaram ontem de uma rodada de negócio para ampliar o número de peças produzidas e se aproximar de potenciais clientes, como escolas, hospitais, restaurantes, hotéis e grandes indústrias.

A Rodada de Negócios de Uniformes Profissionais faz parte das ações do projeto Sebrae 2014 – Uniformes Profissionais do Sebrae no Rio Grande do Norte e representa a junção de esforços da Unidade de Desenvolvimento da Indústria e da Unidade de Acesso a Mercado da Instituição para alavancar o faturamento dos empreendedores desse ramo. Participaram do evento 12 empresas ofertantes do ramo de confecção de fardamento, que apresentaram seus produtos e serviços a 30 empresas compradoras.

É a primeira vez que uma rodada é realizada com foco exclusivo nesse setor. “Foi um trabalho direcionado para identificar potenciais compradores e parceiros para as empresas do segmento”, diz a gestora do projeto no Sebrae-RN, Verônica Melo. De acordo com ela, a possibilidade de novos negócios devido ao mundial de futebol em diversos setores da economia alertou o empresariado para a importância de padronizar os uniformes dos funcionários e colaboradores. E isso vai demandar fornecedores devidamente capacitados para atender a esse fluxo.

As ações do projeto devem contribuir para que, ao menos, 40% das empresas participantes do projeto consigam viabilizar novos negócios até dezembro do próximo ano.