Política
Rogério deve se filiar ao PL junto com Bolsonaro na terça
Publicado: 00:00:00 - 25/11/2021 Atualizado: 23:36:46 - 25/11/2021
O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, deve ser filiar ao Partido Liberal (PL) no próximo dia 30, uma terça-feira, no mesmo ato durante o qual o presidente Jair Bolsonaro vai oficializar a adesão à legenda. Fonte da Esplanada dos Ministérios informou que o ministro também vai assinar a ficha de filiação nessa ocasião. O ato será no Complexo Brasil 21, centro de eventos e convenções em Brasília. 

ARQUIVO
Rogério Marinho deve ser filiar ao Partido Liberal no próximo dia 30, uma terça-feira

Rogério Marinho deve ser filiar ao Partido Liberal no próximo dia 30, uma terça-feira


Ontem, o colunista do Jornal O Globo, Lauro Jardim, informou que Bolsonaro acertou com o presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, a entrada de Rogério Marinho na sigla e a candidatura do ministro ao Senado.

O colunista de “O Globo” lembrou que a candidatura de Rogério Marinho, que se desfiliou do PSDB em 2019 para assumir a pasta, “causará estresse na Esplanda”, em função do ministro das Comunicações, o  também potiguar Fábio Faria, ser postulante ao mesmo cargo.

A se confirmar sua candidatura ao Senado da República nas convenções partidárias, que se realizarão entre 20 de julho e 05 de agosto do próximo ano, Rogério Marinho, que já foi vereador em Natal e deputado federal, disputará sua segunda eleição majoritária, pois disputou a prefeitura de Natal em 2012.
Segundo Lauro Jardim, Fábio Faria, “que vai se filiar ao PP, também pensa 24 horas por dia em ser senador pelo Estado”.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, confirmou a entrada no Partido Liberal (PL) no próximo dia 30. "Está tudo certo", afirmou o chefe do Executivo enquanto se dirigia, a pé, do Palácio do Planalto à Câmara dos Deputados para participar da cerimônia de entrega da medalha Mérito Legislativo 2021. 

Durante a entrevista, Bolsonaro minimizou as pré-candidaturas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e de Sérgio Moro (Podemos) ao Palácio do Planalto. "Não estou preocupado com isso. O povo que escolha o melhor", afirmou. 

Fábio nega definição do presidente
O ministro das Comunicações, Fábio Faria, classificou como 'fake news' a informação segundo a qual o presidente Jair Bolsonaro havia dito ao presidente nacional do Partido Liberal (PL), Valdemar da Costa Neto, de que o seu colega da Esplanada dos Ministérios, Rogério Marinho, também se filiaria à legenda dia 30 para disputar a cadeira de senador pelo Rio Grande do Norte em 2022.

“A quem interessa plantar 'fake news', afirma o ministro Fábio Faria, no perfil que mantém no Instagram, para destacar em seguida: “Não existiu definição de candidatura ao Senado apoiada pelo presidente Bolsonaro no Rio Grande do Norte”.

Na postagem, que foi 'curtida' por seu pai, o ex-governador Robinson Faria e que preside o PSD no Estado, o ministro das Comunicações diz que “a hora é de trabalhar pesado pelo país e focar em entregas do MCOM e do governo, que não são poucas e estão mudando a vida dos brasileiros”.

Fábio Farias finaliza a postagem: “Vamos vencer, eu acredito no Brasil”. E abrindo uma série de 11 comentários na sua postagem até às 18:50 de ontem, voltava a afirmar: “É hora de todos nós que caminhamos ao lado do presidente Jair Messias Bolsonaro, trabalharmos juntos pelo Rio Grande do Norte e pelo Brasil”.

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte