Rosalba adota postura de neutralidade em Natal

Publicação: 2012-10-14 00:00:00 | Comentários: 3
A+ A-
A governadora Rosalba Ciarlini vai adotar uma posição de neutralidade no segundo turno em Natal. O anúncio foi feito no final da manhã deste sábado, uma semana depois de o candidato da coligação DEM/PSDB, Rogério Marinho, não ter ficado em quarto lugar no veredicto das urnas. A governadora disse que o vitorioso a ser escolhido por Natal no dia 28 de outubro, seja ele o candidato do PDT, Carlos Eduardo Alves, ou o deputado estadual Hermano Morais (PMDB), terá ajuda do Governo do Estado para enfrentar os graves problemas da cidade.
Arquivo/TNRosalba: dedicação exclusiva ao trabalho administrativo no segundo turno das eleições municipaisRosalba: dedicação exclusiva ao trabalho administrativo no segundo turno das eleições municipais

“Aproveito para parabenizar Rogério Marinho pela campanha de alto nível que fez, voltada somente para o debate das propostas e apresentação de soluções viáveis e muito bem estudadas para Natal. Já que ele não obteve sucesso, vou me manter totalmente equidistante, neutra, isenta, entre os candidatos Carlos Eduardo Alves e Hermano Morais”, disse a governadora em entrevista à Tribuna do Norte. “A minha dedicação será exclusivamente ao trabalho administrativo, com uma preocupação maior, que é essa luta de dar soluções a um problema que já abracei, de dar soluções ao grave problema da saúde”, acrescentou.

Ao fazer uma análise do primeiro turno, Rosalba disse que o resultado estava “mais ou menos” dentro das expectativas eleitorais de seu partido. Lembrou  que o DEM dobrou o número de prefeitos, citou a eleição de candidatos que estavam coligados com o partido, como foi o caso de Assu, Macaíba, Extremoz, Ceará-Mirim, Pau dos Ferros, João Câmara e destacou a “bonita” vitória conquistada no final da campanha em Mossoró, segundo maior colégio eleitoral do Estado.

“Mossoró foi uma grande virada, porque a outra candidata tinha começado eleita e nós conseguimos, mostrando os avanços, as transformações e as qualidades de nossa candidata, sua competência e seu preparo. A população entendeu e deu a vitória à Cláudia Regina.

Sobre a eleição nos 167 municípios do Rio Grande do Norte, a governadora disse que foi uma vitória da democracia e, diante do quadro de dificuldades das finanças municipais e das perspectivas de prolongamento da seca, fez uma convocação aos eleitos: “Gostaria de conclamar todos os prefeitos eleitos, independente de cores partidárias para, a partir de 1º de janeiro, somarem esforços para a construção de um Rio Grande do Norte melhor e mais justo.”

Rosalba, que iniciou a carreira política como prefeita de Mossoró, cidade que lhe deu três mandatos, reconheceu que o cenário é difícil para os prefeitos, devido à queda de arrecadação do Fundo de Participação. “Nós vamos ter mais de R$ 200 milhões de queda até dezembro, mas nas horas das dificuldades é que a gente tem de somar esforços, ter criatividade e conseguir superar as dificuldades, além do clima de seca, porque infelizmente, as informações que temos é que o próximo ano também não será de bom inverno.”

Como ações de combate aos efeitos da estiagem, a governadora citou obras de abastecimento.”Agora mesmo chegamos de Brasília, onde conseguimos captar R$ 250 milhões do PAC-Seca para obras de adutoras, construção de reservatórios e sistema simplificado de abastecimento de água.” Disse que uma portaria ministerial já foi publicada garantindo o repasse de R$ 120 milhões para o Rio Grande do Norte e que  até o final do mês os outros R$ 130 milhões serão publicados.

Rosalba demonstrou preocupação com o volume de água dos reservatórios, falou das obras da adutora do Alto Oeste para abastecer 26 cidades e previu que até o final do ano um ramal chegará a Luís Gomes, que tem hoje a situação mais crítica do Estado. “Também estamos equipando 300 poços e pretendemos chegar aos 900 que já encontramos perfurados, sem ter sido equipados com bombas, cataventos ou nada.”

Com relação ao seguro-safra, informou que o Governo está dando apoio aos agricultores para terem acesso aos créditos e adiantou que investiu R$ 3 milhões na compra de ração para somar a tudo o que já existe.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários

  • roberoas

    O apoio da gov. Rosalba, e mesma coisa de carne de porco em hospital...ninguem aceita!!!

  • rommelopes

    Qual dos candidatos gostaria de ter o apoio da Rosa? kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • amilsoncarlos

    Ela tem é que se recolher mesmo, pois a quem ela demonstrar apoio, perde, pois natal, não é Mossoró, um curral eleitoral.