Alex Medeiros
São 87% sem candidato
Publicado: 00:00:00 - 05/08/2021 Atualizado: 22:59:58 - 04/08/2021
Alex Medeiros 
alexmedeiros1959@gmail.com

A pesquisa do Instituto Consult publicada na terça-feira com exclusividade pela Tribuna do Norte provocou a primeira mexida no ambiente político com vistas às eleições do ano que vem. Mexeu na seara do governo do estado, pois os números de avaliação revelaram que a credibilidade não está com aquela bola toda que os petistas andam pensando, e mexeu com os setores bolsonaristas, ao expor a baixa confiança do eleitor local no governo do presidente Bolsonaro. 

No âmbito positivo, a pesquisa mexeu com os seguidores do ex-prefeito Carlos Eduardo e do senador Styvenson Valentim, que por registrarem bons índices de aceitação podem ganhar um novo fôlego para a corrida das articulações futuras. Também deu uma mexida no moral dos dois ministros potiguares, Rogério Marinho e Fábio Faria, que - se não tão bem situados – podem somar forças para viabilizar seus próprios nomes e erguer palanques para o capitão.

Mas, no geral, olhando com a devida importância os dados da aferição espontânea, ninguém tem motivos para festejar. Faltando mais de um ano para a disputa eleitoral, os dados espontâneos são mais fiéis que os estimulados.

Como sabemos, pesquisa espontânea tem mais elementos relevantes para a análise e para refletir o real sentimento popular. Diferente da pesquisa estimulada, não oferece ao pesquisado os nomes dos pretensos candidatos.

Ela não estimula a pessoa a uma escolha, pois não há qualquer referência, de maneira que força o pesquisado a buscar no fundo das lembranças um nome da sua preferência, caso tenha mesmo vontade de responder à pesquisa.

A pesquisa mostrou 87% do povo indiferentes à disputa de 2022. Índice arrasador como rejeição ao pleito e aos pré-candidatos. A soma de 78,76% afirmando não saber em quem votar e 8,24% que que não votam em ninguém.

Ou seja, na aferição mais precisa, que é a espontânea, ninguém é de ninguém, estão todos no mesmo saco ou na falta de saco do eleitor em querer falar nesse momento em eleição e em candidaturas. A prioridade é a sobrevivência.

Mas, há os números da aferição estimulada, a preferida de todos, dos candidatos, dos partidos, dos jornalistas e dos puxa-sacos, pois lá estão os índices que alimentam vaidades, sonhos, desejos, esperança e as análises. 

E, assim, lendo tais índices, a pesquisa revelou que a governadora Fátima Bezerra precisa acender o sinal de alerta, por mais que algum assessor tente convencê-la de que pesquisa é só um momento, como diz o velho bordão. 

Já a oposição, decerto vai começar a pensar nas chances de vitória ou de pelo menos ter um time com condições de jogo, principalmente se houver espaço para diálogo entre os nomes que aparecem bem nessa aferição estimulada.

O senador Styvenson e o ex-prefeito Carlos Eduardo, se souberem costurar com o prefeito Álvaro Dias e os ministros, por exemplo, podem construir uma alternativa viável contra a governadora Fátima Bezerra. Isolados, eu não sei.

É cedo para afirmações, mas em sendo possível levar em conta o resultado da pesquisa, o governo Fátima pode sim ter um rival à altura. Os números divulgados pela Tribuna mexeram com o jogo, que está prestes a começar.

Divulgação


Paralisação 
Atrasos nos salários dos médicos que atuam nos governos Fátima Bezerra e Àlvaro Dias levou a Coopmed-RN a emitir ontem uma nota anunciando a paralisação parcial dos profissionais. No estado, não recebem desde março.

Excessos
Quantas grandes nações têm uma justiça eleitoral nos moldes da do Brasil? Aqui é uma superestrutura com orçamento anual de R$ 10 bilhões, contando inclusive os anos sem eleição. Um país de instituições ricas e povo miserável.

Extinção
Motivados por tal absurdo, a senadora Rose de Freitas (MDB-ES) e o deputado federal Marcel van Hattem (Novo-RS) abriram um debate no Congresso sobre a real necessidade da nação sustentar tamanha estrutura.

Auditoria
A grande mídia vai tratando o voto auditável como a volta do voto impresso em cédulas. A democracia não pode ser confiada a um software. Eu prefiro acreditar nas evidências de erro do que na suposição de verdades evasivas.

Tropas
Foi só as redes sociais da revista Veja divulgar que o ministro Braga Netto visitou tropas especiais de intervenção e a choldra esquerdopata passou a ter delírios como se estivéssemos em 1964. Essa gente vive do saudosismo.

Multiverso
Já há cientistas defendendo a tese de que se no contexto quântico do Universo existem mundos paralelos, tal fenômeno se reproduz na nossa realidade material, inclusive nos processos cultural, político e ideológico.

Estudantes
O jornalista Paulo Tarcísio lança em suas redes uma ideia e sugestão à mídia impressa: abrir espaço para que os jovens alunos relatem em artigos o cotidiano das suas escolas, com criação de estímulos, tipo prêmios mensais. 

Sobrenatural
A sensitiva trans Bianca Godói, muito consultada por celebridades tipo C e D, garante que recebeu uma carta psicografada do funkeiro MC Kevin, morto em maio. Ele falou do plano espiritual, mas não tocou no mistério da sua morte.

Férias 
Depois de curtir férias com a família em Miami, o craque Lionel Messi se reencontrou com amigos no paraíso de Ibiza, na Espanha. Postou foto com o brasileiro Neymar, o italiano Verratti e os compatriotas Di Maria e Paredes. 








Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.








Leia também