Cookie Consent
Natal
São João: Consórcio pede medidas contra a covid-19
Publicado: 00:01:00 - 24/06/2022 Atualizado: 22:07:28 - 23/06/2022
O Comitê Científico do Consórcio Nordeste recomendou nesta quinta-feira (23), por meio de nota técnica, a atenção aos números da covid-19 na região. O uso de máscaras e a vacinação contra a gripe e contra o coronavírus também são estimulados. Segundo a nota, “esses cuidados serão mais importantes ainda nas festas juninas e nas campanhas eleitorais que estão se iniciando, onde as aglomerações são inevitáveis”.

Alex Régis
Entre as recomendações do Consórcio Nordeste, estão o uso de máscaras em locais públicos

Entre as recomendações do Consórcio Nordeste, estão o uso de máscaras em locais públicos


Foi listada uma série de recomendações tanto à população em geral quanto aos gestores estaduais e municipais. São listados a volta do uso da máscara facial em locais públicos, a vacinação contra a covid-19 e contra a gripe (H3N2).

De acordo com Sérgio Rezende, um dos coordenadores do Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Consórcio Nordeste, a volta do uso de máscaras é especialmente importante, por causa dos altos números de casos e o fácil contágio. “A pandemia não acabou, infelizmente, ela não acabou. O vírus está circulando e o vírus passa de pessoa para pessoa. A pessoa quando fala, quando tosse, quando expira, ela emite partículas e o vírus vai nesse partícula. Então, a recomendação básica mais importante desse nosso boletim número 25 é que as pessoas usem máscaras sempre que tiver na presença de outras pessoas desconhecidas”, explicou.

Números obtidos até o dia 18 de junho revelam “indicadores de altos riscos pandêmico e epidêmico” no Rio Grande do Norte. Na data, a ocupação de leitos de UTI para acometidos com a covid era de 66,67%, com tendência de alta. A cobertura vacinal, no tangente às doses de reforço para a população acima de 12 anos, estava em 52,72%. Os óbitos também indicam tendência de aumento, nos dados obtidos no último dia 18.

De acordo com a nota, o Brasil teve um aumento expressivo de casos nas últimas semanas. São cerca de 50 mil novos casos por dia, o equivalente a 10% do número de casos novos do mundo inteiro. O texto técnico tem uma hipótese do que teria motivado esse acréscimo. “Este aumento é resultado do relaxamento geral da sociedade em relação à doença e também da decisão do Ministério Saúde de revogar a Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional, pondo fim ao estado de emergência devido à pandemia da Covid-19, o que contribuiu para que todos governos estaduais eliminassem as medidas de isolamento social e da exigência do uso de máscaras em ambientes fechados”, explica.

Já em dados específicos do Estado, o RN + Vacina mostrou, na tarde desta quinta-feira (23), que 93% da população vacinável potiguar recebeu a primeira dose. O número de pessoas totalmente vacinadas, seja com a segunda dose ou com a dose única, equivale a 85%. Quanto à etapa de reforço da vacina contra a covid-19, os dados são mais tímidos. Apenas metade da população que pode tomar a D3, o fez. Enquanto isso, o segundo reforço (R2), que atualmente está disponível apenas para a população geral acima de 40 anos, vacinou apenas 9% dos potiguares.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte