Brasil
São Paulo retoma eventos com público no dia 17
Publicado: 00:00:00 - 05/08/2021 Atualizado: 00:41:45 - 05/08/2021
Com o avanço da vacinação e a redução das médias diárias de internações, mortes e novos casos de covid-19, o governo de São Paulo anunciou a retomada dos eventos no Estado para o próximo dia 17. A medida acompanha a flexibilização do comércio e serviços anunciada no fim de julho.
Do dia 17 em diante serão liberados, sem restrição de público, feiras corporativas, convenções, congressos, exposições em museus e eventos sociais - como casamentos, jantares, festas de debutantes e formaturas. O uso de máscara, o distanciamento mínimo de 1 metro e a adesão aos protocolos de higiene continuam obrigatórios. A testagem não será exigida, mas os eventos podem ser multados em caso de aglomeração.

Casas de show que abram como restaurantes ou de outras formas autorizadas pelo Plano São Paulo serão permitidas, desde que seja possível estabelecer o distanciamento entre pessoas. Continuam proibidos os shows de médio e grande porte, as competições esportivas com público e festas em casas noturnas. A fiscalização dos eventos caberá aos municípios, mas estão previstas frentes de fiscalização com o Procon e as Polícias Civil e Militar.

O anúncio da retomada ocorreu após a realização do primeiro de 30 eventos testes no Estado - a Expo Retomada, que reuniu cerca de 1.500 pessoas entre 21 e 22 de julho em Santos, com o objetivo de analisar a viabilidade das feiras corporativas sob protocolos sanitários. 

O uso de máscara foi obrigatório, assim como o distanciamento de 1 metro e testes rápidos na entrada do evento.

Transição
No dia 1° começou, e vai até dia 16, a fase de transição para os setores do comércio, de serviços e espaços religiosos, que podem funcionar entre 6h e meia-noite, com ocupação de até 80% da capacidade. Nessa etapa, o acesso de clientes a shoppings, galerias, lojas de rua e restaurantes deve ser interrompido às 23h, com atendimento permitido por mais uma hora.





Leia também