Série do projeto Conexão Elefante Cultural estreia no Youtube

Publicação: 2020-08-04 11:38:00
A+ A-
Criado para ocupar espaços públicos e reunir pessoas em volta da arte por todo o estado, em 2020 o projeto Conexão Elefante Cultural teve que se reinventar diante da pandemia do coronavírus. A partir daí, surgiu o seriado “Na Bagagem do Elefante”, que estreia na internet, no dia 6 de agosto, às 20h. Até o início de setembro, toda quinta-feira será lançado um novo vídeo, totalizando 5 episódios. 
Créditos: DivulgaçãoSeriado Na Bagagem do Elefante estreia na internet na quinta-feira (6)Seriado Na Bagagem do Elefante estreia na internet na quinta-feira (6)
Nesta edição especial, teatro, dança, música e circo continuam presentes, mas dessa vez se utilizando de recursos do audiovisual e da internet para conseguir chegar em todo o Rio Grande do Norte. Para isso, serão usados croma key, vídeos enviados por produtores e artistas das cidades e também material de acervo, que vai dar origem a uma retrospectiva pelas cidades onde o Conexão já passou durante os quatro anos anteriores.

Dirigido por Diana Fontes, o Conexão reúne três obras artísticas em um só espetáculo, formado pela Trupe da Luz. Após edital de seleção, a Trupe foi formada pelo grupo Estação de Teatro com o “Estação Criança”, pelo Entre Nós Coletivo de Criação com o espetáculo “Querendo”, e pelo Palhaço Piruá com o espetáculo “Piruá de Circo”. 

Para cumprir a missão de levar a essência do projeto para a internet, o Conexão contou com o auxílio do produtor Marcelo Zamora, argentino radicado em São Paulo há muitos anos, especialista em obras cênicas e virtualidade. Além dessa novidade, este ano o Conexão também ganhou música pelas mãos do compositor Danilo Guanais e arranjos de Eduardo Taufic.

Diana Fontes conta que no início não foi simples pensar numa adaptação até perceber que era possível humanizar o digital. “Um projeto que sempre teve a característica de se fazer presente nas cidades do RN, convocando a população a vir para a rua, teve que dizer fique em casa. Mas, como todo artista se reinventa e consegue transformar tempestades e vendavais em brisa, em pura sintonia harmônica, surgimos com esse Elefante, recheado de lembranças, memórias especiais, novos parceiros, e até música para celebrar.” 

O projeto é patrocinado pela COSERN, Instituto Neoenergia, através da Lei Câmara Cascudo e Governo do Estado, com realização de Diana Fontes Direção e Produção Cultural.