Série mostra drama em favela pós-falência das UPPs

Publicação: 2018-01-03 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Gabriel Perline

"Vai ter negro, pobre e favelado, sim!". A fala de Roberta Rodrigues, em tom de protesto, é a constatação do óbvio: é baixo o número de produções na TV que coloquem negros como protagonistas. E quando uma série como "Cidade dos Homens" ganha espaço na faixa nobre da maior emissora do País, os atores comemoram. "Essas pessoas humildes são as que mais assistem à TV, e elas gostam de se sentir representadas", acrescenta.

Cristiane (Camila Monteiro) e Acerola (Douglas Silva)
Cristiane (Camila Monteiro) e Acerola (Douglas Silva)

Após um hiato de 12 anos, a Globo resgatou "Cidade dos Homens" e a relançou em formato de minissérie. Era para ter apenas uma temporada, mas a boa audiência levou a emissora a encomendar uma nova leva de episódios, que será exibida diariamente, até dia 5 de janeiro, logo após a novela "O Outro Lado do Paraíso".

Cenas de flashback, dos episódios exibidos entre 2002 e 2005, voltam à nova temporada, mas numa frequência menor. Acerola (Douglas Silva) e Laranjinha (Darlan Cunha), agora com problemas de gente grande, dividem o protagonismo com seus respectivos filhos, Clayton (Carlos Eduardo Jay) e Davi (Luan Pessoa).

A novidade fica por conta do retorno de dois antigos personagens: Poderosa (Roberta Rodrigues), mãe do filho de Laranjinha, e João Vitor (Thiago Martins), amigo playboy da dupla que agora surge como professor das crianças. O racismo, ponto de debate recorrente da série, volta a ser colocado em xeque na nova temporada. "Temos uma história ainda mais inserida na realidade atual do Rio de Janeiro, um Estado onde as mazelas estão mais agudas, depois de uma pseudobonança", explica George Moura, supervisor de roteiro.

"Na temporada deste ano, também há duas histórias fortes, que envolvem temas da hora como racismo, violência, falta de emprego, a nova realidade da comunidade pós-falência das UPPs e diversificação das ações dos bandidos, se envolvendo em roubo de carga e revenda de produtos roubados. Ou seja, é o Rio cidade partida e ferida dos dias de hoje."

Episódio de hoje
No segundo episódio de ‘Cidade dos Homens’, que vai ao ar nesta quarta-feira, Poderosa (Roberta Rodrigues) reaparece e pede para rever o filho Davi (Luan Pessoa), que deixou com o pai quando o menino ainda era um bebê. “Abandona o filho, larga tudo na minha mão e agora quer aproveitar? O que você quer?”, enfrenta Laranjinha. “Davi é meu filho também. Preciso saber se meu filho está bem”, diz Poderosa.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários