Sadef briga pelo título na Copa NE de futebol

Publicação: 2018-09-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Sadef (Sociedade Amigos do Deficiente Físico) vai lutar para recuperar o título da Copa Nordeste de Futebol de Amputados, que chega à sua terceira edição. A competição acontece sexta e sábado, no campo de society em Brasília Teimosa, na capital.

Além da Sadef, mais três times da Bahia, Ceará e Piauí vão participar da disputa. “Temos seis clubes de futebol de amputados no Nordeste, mas por falta de apoio, nem todos poderão vir a Natal”, diz Ronnie Peterson, coordenador do futebol de amputados da Sadef que criou o torneio em 2016, justamente para movimentar o esporte pela região.

Os potiguares da Sadef foram campeões na primeira edição. Mas no ano passado, em Fortaleza, o título ficou por lá mesmo, com a equipe da Adesul, que vem a Natal em busca do bicampeonato. Mas os anfitriões apostam na preparação física que foi intensificada em 2018. O time da Sadef é treinado por Demétrius Marques, ex-goleiro de futsal que já jogou nos três principais clubes da capital: ABC, Alecrim e América.

As quatro equipes vão disputar a primeira fase da Copa NE em grupo único, pontos corridos, com todas as equipes se enfrentando. Os dois primeiros se classificam pra grande final, e os outros dois disputam o bronze. Os jogos são todos gratuitos.

Os jogos são disputados em campo society, com dimensões mínimas de 60m x 38m. A modalidade conta com poucas regras diferentes das praticadas no futebol society. Cada equipe tem 7 jogadores. O goleiro é amputado ou deficiente de um dos braços e os atletas de linha são amputados ou deficientes de uma das pernas.

As partidas tem dois tempos de 25 minutos cada, com intervalo de 10 minutos. E além de não ter limite para substituições, os jogadores substituídos podem voltar ao jogo sem necessidade de parar o tempo, com a exceção do goleiro, que precisa que o cronômetro seja parado para ser substituído.







continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários