Salário de governadores é reajustado em 13 estados

Publicação: 2015-01-25 12:22:00 | Comentários: 6
A+ A-
Com o reajuste de "quase 100%" que entrou em vigor este mês, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), passará a receber uma remuneração maior que a de seu colega paulista, Geraldo Alckmin (PSDB). A constatação é do repórter Pedro Venceslau, em matéria feita para O Estado de S. Paulo e distribuída ontem para dezenas de jornais e portais de internet pela Agência Estado.
Salário de Robinson Faria e outros 12 governadores têm reajuste
Segundo a reportagem, enquanto a remuneração do governador do RN pulou de R$ 11 mil para R$ 21,9 mil, a de Alckmin, que administra o estado mais rico da federação, teve reajuste de 4,7%, passando de R$ 20,6 mil mensais para R$ 21,6 mil.

No caso do Rio Grande do Norte, o aumento contemplou também o vice-governador, que passa a ganhar R$ 17,5 mil. No governo anterior, de Rosalba, o vice ganhava R$ 9 mil. Já os secretários tiveram a remuneração aumentada em 75%, de R$ 8 mil para R$ 14 mil.

No Brasil, houve aumento salarial para o primeiro escalão em 13 estados. A reportagem lembra que na campanha - e no período de transição também - os eleitos prometiam adotar uma política de austeridade focada inicialmente nos cortes de cargos e encolhimento da máquina administrativa. "Os aumentos foram aprovados pelas Assembleias Legislativas às vésperas do recesso parlamentar. Isso fez com que houvesse pouca repercussão na ocasião", reforça o texto.

Veja lista dos estados onde ocorreram os reajustes:
Bahia: R$ 19,4 mil para R$ 22,4 mil
Ceará: R$ 15,7 mil para R$ 16,7 mil
Goiás: R$ 20 mil para R$ 25 mil
Mato Grosso: R$ 17,3 mil para R$ 20,3 mil
Mato Groso do Sul: R$ 26,5 mil para R$ 32,4 mil
Paraíba: R$ 23,5 mil para R$ 29,6 mil
Paraná: R$ 29,4 mil para R$ 33,8 mil
Piauí: R$ 17 mil para R$ 26 mil
Rio Grande do Norte: R$ 11 mil para R$ 22 mil
Rio Grande do Sul: R$ 17,3 mil para R$ 25,3 mil (governador e vice abdicaram de aumento)
Rondônia: R$ 23 mil para R$ 25,3 mil
Roraima: R$ 26,7 mil para R$ 30,9 mil
São Paulo: R$ 20,7 mil para R$ 21,6 mil

Cortes
Em dezembro do ano passado, na condição de coordenador da equipe de transição, o vice-governador eleito, Fábio Dantas  (PCdoB) admitiu, numa entrevista a 96 FM, que o novo governo poderia adotar "medida antipáticas" para equilibrar a folha de pagamento do Estado.

Robinson, por sua vez, anunciou que mandará fazer auditoria na folha de pagamento, mas deixou claro: "Não é uma auditoria para punir ninguém. O servidor que está em dia, trabalhando, não será punido. Pelo contrário, será valorizado pelo nosso governo."

Da safra de novos governadores, dois voltaram atrás no aumento depois da repercussão negativa. São eles, Ivo Sartori (PMDB), do Rio Grande do Sul, e Ricardo Coutinho (PSB) da Paraíba.

Deixe seu comentário!

Comentários

  • edu-afonso1

    Um estado de$$e não pode ir pra frente. Mais importante que um governador, vice, e essa cambada de aproveitadores políticos são: Médicos e etc (Saúde), Professores, ajudantes e estagiários (Educação), não falo da (segurança), pois a população do nosso estado não sabe o que é isso. Sabinada Inocente! A nossa população é muita boa com esses caras, Protesto nas ruas, só assim a PM trabalha. Governador, se fosse para ganhar 4 salários você ficava no governo? NÃO, mas, isso fora o por fora... No dia em que o Salário Mínimo chegar a R$ 1000,00 o governador do RN estará ganhando aproximadamente R$ 100000,00 próxima eleição vou me candidatar nem que seja pra vereador.

  • nildopit

    e o povo que sustenta os cofres públicos que se L....... é assim que somos tratados, feitos palhaços, enquanto o trabalhador que da um duro enorme para ganhar um miserável salário mínimo se vê diante de um absurdo desses. Os que são eleitos por eles ganham rios de dinheiro, e ainda lembrando que o RN ta um caos em violência, saúde, pobreza para todo lado, desemprego em grande escala. uma vergonha, tenho vergonha de dizer que faço parte deste país comandado por ESTES ai. Brasil..........

  • joseflorentinoadv

    E assim caminha um dos estados mais ricos da federação brasileira. Enquanto isso, um aposentado que contribuiu durante mais de 35 anos, tem o prazer de ver seu salario anualmente ser achatado pelos poderes públicos.

  • evaldossantos

    Se nós trabalhadores temos apenas a reposição da inflação, por que esses corruptos tiveram 100% de aumento? Vergonha! São farinha do mesmo saco! Cadê os cortes de gastos governador mentiroso? Vou lembrar na próxima campanha sua!

  • wilson.alcaras

    Que bom seria se o Brasil tivesse sido colonizado pela Inglaterra, seria bem melhor, definitivamente Deus não é brasileiro.

  • nosbor84

    luiztrindade53 não tem nada de justo nessa história. Não existe justificativa pra aumentar um salário em 100%. Não há justificativa para um governador de um estado pobre como o nosso ganhar mais que o governador do estado mais rico do país. Esses canalhas se elegem falando em mudanças e quando eleitos conseguem fazer coisas piores. Agora bestas somos nós que aguentamos quietos esses desmandos, isso seria motivo pra todo mundo ir protestar em frente ao palácio do governador. O orçamento do RN é de R$ 12,3 bilhões de reais, e o nosso governador ganha mais que o de São Paulo, cujo orçamento é de R$ 204,6 bilhões... eu não consigo ver justiça em nada aí.