Salário médio de admissão tem alta real de 2,99% em setembro

Publicação: 2019-10-18 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Brasília (AE) - O salário médio de admissão nos empregos com carteira assinada teve alta real de 2,99% em setembro de 2019 ante o mesmo mês de 2018, para R$ 1.604,60, segundo dados do Caged. Na comparação com agosto, houve queda de 0,74%, informou o Ministério da Economia. O maior salário médio de admissão em setembro ocorreu na indústria extrativa mineral, com R$ 2.710,50. Já o menor salário médio de admissão foi registrado na agropecuária, com R$ 1 313,12.

Contrato intermitente
Os dados do Caged mostram a criação líquida de 6.015 empregos com contrato intermitente em setembro. De acordo com os dados do Ministério da Economia, o emprego intermitente registrou admissão total de 12.169 trabalhadores em setembro, ao mesmo tempo em que houve 6.154 demissões.

Houve ainda a abertura de outras 1.807 vagas pelo sistema de jornada parcial. As duas novas modalidades foram criadas pela reforma trabalhista.

O Caged informou ainda que houve 18.395 desligamentos por acordo no mês de setembro.

Macroreegiões
Todas as regiões brasileiras criaram empregos com carteira assinada em setembro. O Nordeste liderou a abertura de vagas, com 57.035 postos, seguido pelo Sudeste (56.833 vagas) e pelo Sul (23.870 vagas). O Centro-Oeste criou 10.073 postos, e o Norte abriu 9.352 vagas formais no mês passado.

Na divisão por estados, todas as 27 unidades da Federação geraram empregos no mês passado. As maiores variações positivas no saldo de emprego ocorreram em São Paulo (abertura de 36.156 postos), em Pernambuco (17.630), em Alagoas (16.529) e no Rio de Janeiro (13.957).







continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários