Salto alto X sandálias da humildade

Publicação: 2021-02-23 00:00:00
colunanotas@tribunadonorte.com.br 

A deputada estadual Isolda Dantas (PT) — que na mais recente eleição em Mossoró teve 5,8% dos votos válidos e ficou em terceiro lugar, muito atrás da segunda colocada, Rosalba Ciarlini (PP) —  subestimou e menosprezou a oposição ao afirmar, em recente entrevista, que não “vê adversário à altura da governadora Fátima Bezerra” para a disputa eleitoral de 2022”. Ao fazer essa análise, a deputada deve ter esquecido do próprio desempenho em 2020, quando concorreu no maior colégio eleitoral da região Oeste, como apoio da governadora. Claro, uma eleição não tem, necessariamente, implicação direta na outra. Mas o resultado que obteve no pleito municipal poderia ter servido para reflexões e levar a análises mais ponderadas.  O que não existe é motivo para tanto “salto alto”.  Seriam mais recomendáveis “sandálias da humildade”. 

Promessa de radicalizar
A deputada Isolda Dantas, atualmente líder dos petistas na Assembleia, prometeu também “aumentar o tom do PT”. “A ALRN será palco de construção de pautas mais à esquerda”, afirmou na entrevista que concedeu. Resta saber se, com uma bancada que tem apenas dois deputados, ela conseguirá elevar tanto assim o tom e impor uma pauta radicalizada. 

Afinal, com uma bancada tão pequena, para aprovar seus projetos, o PT precisa, na Assembleia, do apoio dos deputados de outros partidos, principalmente do PSDB, hoje aliado do governo. 

O presidente estadual do PSDB e da AL, Ezequiel Ferreira, embarcaria nesta aventura que Isolda diz pretender levar adiante? Outra dúvida é se a governadora está ciente e apoia esta disposição de radicalizar da líder da bancada de seu partido na Assembleia.

Garantias de sementes 
O deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) pediu garantia para o fornecimento do estoque inicial de sementes aos agricultores do Rio Grande do Norte, no ano de 2021. A solicitação foi oficializada por meio de requerimento enviado à governadora Fátima Bezerra, ao secretário estadual da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), Guilherme Saldanha, e ao diretor-geral do Instituto e Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte (Inatern), César José de Oliveira.  “O Programa Bancos de Sementes é imprescindível para a subsistência das famílias que compõem a agricultura familiar do estado do Rio Grande do Norte, por isso se faz a distribuição em regiões que foram afetadas com a grande estiagem, a saber, a Região do Seridó”, disse Vivaldo Costa. 

Presenciais suspensas O Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RN) decidiu suspender as atividades presenciais “em virtude da nova onda de covid-19”. Em nota, informou que o  atendimento de secretarias volta a ser 100% de forma eletrônica ou telefônica e audiências exclusivamente telepresenciais. Com nova análise da situação a cada 15 dias. 

Articulações para 2022
O  nome do ex-vice-governador Fábio Dantas vem sendo  trabalhado para ser candidato a governador nas Eleições de 2022. O maior apoiador é o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Rogério é pré-candidato ao Senado e quer montar uma chapa majoritária para a disputa. Fabio Dantas domina o discurso de oposição, conhece as fragilidades do Estado, tem no currículo a passagem pelo cargo e vice-governador  ainda teria apoio da ala bolsonarista. Recentemente, ele foi nomeado secretário da Federação dos Municípios do RN(Femurn).

Reformas nas escolas 
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), solicitou ao Governo do Estado reformas de escolas estaduais do município de Currais Novos, na região Seridó. Segundo o deputado, escolas da rede estadual no município estão “em insatisfatório estado de conservação”.

Questionários sobre vacinas 
Os prefeitos têm até sexta-feira, dia 26 de fevereiro, para responder o questionário disponibilizado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN), por meio do Portal do Gestor, no âmbito do Levantamento dos Planos Municipais de Vacinação Contra a Covid-19. O envio das informações é obrigatório.  O levantamento tem o objetivo de conhecer a situação de operacionalização dos planos municipais de vacinação, o que vai permitir a definição de linhas de atuação do Tribunal de Contas quanto ao devido acompanhamento desta medida de combate à doença.

Questionários sobre vacinas (2) 
A ação fiscalizatória do TCE sobre vacinas é executada pela Diretoria de Administração Municipal (DAM) em parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU), no contexto do Acordo de Cooperação celebrado entre as  duas instituições. O diretor da DAM, Cleyton Medeiros Barbosa, auditor de Controle Externo, explica que foi enviado aos municípios um ofício explicando a medida e orientando sobre a forma de acesso para responder ao questionário.