Sape entrega sementes a agricultores em fevereiro

Publicação: 2018-01-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A distribuição das sementes do Banco de Sementes  para os agricultores do Rio Grande do Norte deverá começar no dia 5 de fevereiro, de acordo com a Secretaria Estadual de Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape). Atualmente, a Secretaria está trabalhando na licitação para a realização do pregão eletrônico da compra de sementes, que deverá acontecer até o dia 31 de janeiro.  O valor estimado para a compra das sementes este ano está orçado em R$ 7,8 milhões, valor 22,7% maior do que o empenhado em 2017.

A previsão da Sape é de que o Governo do Estado faça a compra de até 233,25 toneladas de feijão
A previsão da Sape é de que o Governo do Estado faça a compra de até 233,25 toneladas de feijão

As sementes que ficam disponíveis no banco vão contemplar 157 municípios. Serão solicitadas sementes de feijão (233,25 toneladas), milho (278,28 toneladas), sorgo ponta negra (188,4 toneladas) e arroz (30 toneladas). A compra dessas sementes deverão beneficiar os 51.430 produtores rurais do Estado que estão cadastrados no Programa Banco de Sementes, do Governo do Estado.

"Nosso planejamento de distribuição dará início a partir do dia 5 de fevereiro. Nesta data deveremos entregar as sementes nos municípios de Pau dos Ferros, Umarizal e Mossoró. Em seguida, dia 15, faremos a entrega na regional Assú, e posteriormente, dia 19, nas outras seis regionais", explica o coordenador de agropecuária da Sape, Antônio Carlos Magalhães. Para ser contemplado pela distribuição, os agricultores precisam estar cadastrados no Banco de Sementes de seu município.

O cadastramento é realizado através dos técnicos locais da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do RN (Emater). Ao todo, o Estado conta com 1.568 bancos de sementes. Anualmente, a realiza uma atualização das informações dos estoques de sementes nos bancos, a partir da qual é verificada a necessidade de reposição, inclusão ou exclusão de Bancos ou agricultores do programa. O cadastramento para receber as sementes para a safra de 2018 já foram encerrados.

De acordo com a Emater, no entanto, caso agricultores familiares que não estejam registrados tenham interesse em participar do Programa, podem se dirigir aos escritórios locais da Emater-RN do seu município ou ao regional. O cadastro para o ano de 2019 deverá ser realizado entre julho e setembro deste ano.

“Esse cadastramento se dá por meio do técnico local da Emater, que vai até a comunidade, realiza uma reunião com os produtores, faz uma explanação sobre a filosofia do Programa, e por fim cadastra os interessados”, disse Antônio Carlos.

Quando a distribuição das sementes for iniciada, na primeira semana de fevereiro, a Emater pretende distribuir uma cartilha explicativa a respeito do manejo de cada uma das culturas (milho, feijão, sorgo e arroz). A expectativa, de acordo com a Empresa, é garantir que a distribuição das sementes seja acompanhada pelo início do ciclo chuvoso, caso ele seja consolidado.

Em um levantamento divulgado pelo Ministério da Agricultura, realizado pelo Observatório Agrícola e que acompanha a safra de grãos brasileira, o comparativo entre a área, a produtividade e a produção mostra que o Rio Grande do Norte teve uma variação de 6,6% na produção quando comparando a safra de 2017/2018 em relação a 2016/2017.

NÚMEROS
R$ 7.800.000,00 é o valor estimado para a aquisição das sementes para o Banco de Sementes em 2018

22,7% é o aumento no valor investido em relação a 2017

R$ 6.354.896,00 foi o valor gasto em 2017 para a compra das sementes para o Banco de Sementes

1.568 é o número de Bancos de Sementes que o Rio Grande do Norte terá em 2018, 108 a mais do que em 2017

51.430 produtores estão cadastrados no Banco de Sementes para receber esse ano, 3.408 a mais do que em 2017

Fonte: Sape/RN

Abastecimento

A partir desta segunda-feira (15), o sistema adutor Serra de Santana, que abastece 12 cidades no Seridó, com captação na barragem Armando Ribeiro Gonçalves, será paralisado por 72 horas. A parada, segundo a Companhia de águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), deve-se à realização de uma manutenção programada obrigatória na adutora e equipamentos elétricos. Após este período, o abastecimento será retomado nas cidades de Jucurutu, Florânia, São Vicente, Acari, Currais Novos, Tenente Laurentino, Lagoa Nova, Cerro Corá, Bodó, Caicó, Jardim de Piranhas e Timbaúba dos Batistas.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários