Natal
Secretário descarta redução da alíquota de ICMS dos combustíveis; veja entrevista
Publicado: 14:51:00 - 22/09/2021 Atualizado: 14:53:11 - 22/09/2021
Uma possível redução na alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre os combustíveis no RN está descartada, pelo menos no momento. É o que falou o secretário estadual de tributação Carlos Eduardo Xavier em entrevista à Jovem Pan News Natal nesta terça-feira (21), quando reforçou que o atual panorama de altos preços dos combustíveis praticados no estado não são decorrentes da carga tributária estadual.

Reprodução
Entrevista foi concedida ao Jornal da Manhã Natal

Entrevista foi concedida ao Jornal da Manhã Natal


Leia Mais

De acordo com o secretário, a redução da alíquota praticada atualmente no RN (29% no total) não teria efeito prático e não seria sentido pela população nas bombas. "O ICMS dos combustíveis é uma fatia fundamental da arrecadação própria dos estados e a gente tomar essa medida agora é completamente equivocado pois estamos enfrentando uma crise nos combustíveis que não é causada pelos tributos". 

Na última semana, o Rio Grande do Sul reduziu a alíquota do ICMS para 25%, movimento que gerou mal estar entre os governadores. "Me parece uma medida populista que não vai resolver o problema e vai agravar a crise que o estado dele está vivendo. A gente tem que ter cautela", afirma.

Nesta semana, uma carta assinada por 20 governadores, entre eles a chefe do executivo potiguar, sobre o preço dos combustíveis. Para os signatários, o problema envolvendo o tema é nacional, "e, não somente, de uma unidade federativa". 

Confira íntegra da entrevista:

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte