Segundo dia de desfiles das escolas de samba leva natalenses para Ribeira

Publicação: 2018-02-12 00:28:00 | Comentários: 0
A+ A-
Luiz Henrique Gomes
Repórter

O segundo dia de desfiles das escolas de samba de Natal foi marcado pelo bom público presente na avenida Duque de Caxias. Neste domingo, desfilaram as escolas Acadêmicos do Morro, Malandros do Samba, Imperatriz Alecrinense, Águia Dourada e Balanço do Morro.

Os populares acompanharam o desfile desde a Acadêmicos do Morro, primeira a entrar na avenida por volta das 19h40, com quase uma hora de atraso. A escola é do bairro de Mãe Luiza e homenageou os mártires de Uruaçu e Cunhau, considerados santos em 2017 pelo Vaticano.

Em seguida, a Malandros do Samba entrou na avenida com um recado do sambista Debinha Ramos. Há 30 anos sendo um dos nomes mais presentes do samba potiguar, Debinha anunciou o seu último ano na Malandros do Samba e pediu continuidade da tradição das escolas. "Isso aqui não pode morrer. Salve a todas escolas de samba de Natal", anunciou.

Após fazer um pequeno discurso de despedida, Debinha Ramos comandou o samba-enredo da Malandros. A letra foi feita para homenagear Maxaranguape. No desfile, alas de bordadeiras, capoeiristas, e pescadores, símbolos  do local, fizeram o espetáculo da noite.

As homenagens das escolas de samba seguiram com a Imperatriz Alecrinense, para o Rio Potengi; Águia Dourada, para a ex-governadora Wilma de Faria, falecida em 2017; e a Balanço do Morro, última campeã, homenageando o jurista e etnógrafo Hélio Galvão.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários