Seleção da casa abre a Copa sem empolgação

Publicação: 2018-06-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A seleção da casa abre a Copa do Mundo hoje às 12h (horário de Brasília) diante da Arábia Saudita. Como acontece desde 2006, na Alemanha, o país mandante não participa dos sorteio dos grupos e torna-se cabeça de chave do Grupo A, o que faz com que dispute a partida de abertura da competição. Porém, o desempenho da seleção do leste europeu nas partidas que antecederam a estreia não empolga nem o mais otimista torcedor russo.

Das dez últimas partidas disputadas (entre amistosos e partidas oficiais), são seis derrotas, três empates e uma única vitória – em outubro de 2017 contra a Coreia do Sul. Em toda a história, essa é a pior forma  que um mandante chega para a disputa de uma Copa do Mundo. Se serve de consolo, o Uruguai, em 1930, chegou para a disputa do mundial com duas vitórias, quatro empates e quatro derrotas nas dez partidas que antecederam a competição e terminou como o primeiro campeão de uma Copa do Mundo de toda a história.

Arábia
O técnico Juan Antonio Pizzi, demitido do Chile após não conseguir classificar os sul-americanos para a Copa comanda a Arábia Saudita. Pizzi tem colocado o time para jogar em um 4-2-3-1, ainda tentando encontrar a melhor formação.

Com um trabalho tão recente e com resultados ruins, é provável que o técnico continue mudando o time em busca de uma formação mais segura. Com seu modo de pensar futebol, Pizzi mudou a abordagem do time, que tem mais posse de bola e se tornou mais perigoso ofensivamente. Se antes era um time de contra-ataque, o que dá para esperar do time de Pizzi é mais posse de bola – e mais fragilidade defensiva, que sofre com a velocidade dos ataques adversários, além de pouca experiência em um nível alto de competitividade.

Ficha técnica
Rússia:
Igor Akinfeev; Mário Fernandes, Sergei Ignashevich, Vladimir Granat e Fedor Kudryashov; Daler Kuzyaev e Roman Zobnin; Aleksandr Samedov, Aleksandr Golovin e Yuri Zhirkov; Fedor Smolov. Técnico: Stanislav Cherchesov

Arábia Saudita:
Yasser Al-Mosailem; Mohammed Al-Breik, Omar Hawasani, Osama Hawasani e Yasser Al-Shahrani; Abdullah Otayf e Taisir Al-Jassim; Fahad al-Muwallad, Yahya al-Shehri e Salem al-Dawsari; Mohammad Al-Sahwali. Técnico: Juan Antonio Pizzi.

Estádio: Lujniki, em Moscou
Hora: 12h (Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários