Sem avanço e pouca confiança

Publicação: 2019-09-22 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Na indústria brasileira, a ociosidade chega a ser  excessiva em 11 de 14 setores, aponta levantamento do Ibre. O uso da capacidade instalada está 4,2 pontos aquém da média histórica. Com o ano praticamente perdido para a atividade industrial, boa parte dos setores de transformação opera consideravelmente abaixo de sua capacidade produtiva, o que indica que a demanda está fraca e há pouco espaço para reação mais consistente dos investimentos. Os empresários começam a ficar desanimados com a morosidade do crescimento. Analistas afirmam que a indústria em crise não causa só desemprego, mas também desigualdade social. O   O risco país cai ao menor nível em 6 anos, mas o investidor externo mantém a cautela.

MÍNIMO

O Ministério da Economia recua e descarta o congelamento do salário mínimo. O governo analisava retirar da Constituição a obrigatoriedade de que o valor seja corrigido pela variação da inflação, que deverá chegar a 3,5% neste ano.

Reforma

Analisando as propostas para a reforma tributária, o ex-secretário da Receita Federal, Everardo Maciel afirma que existe um risco enorme, uma “tempestade perfeita da sonegação”, com adoção do Imposto sobre Valor Agregado (IVA). A reforma do sistema tributário tem todo tipo de opinião e de previsão. 

Futuro


O BNDES prevê investimentos de R$ 1,1 trilhão em 2019-2022 em 19 setores, +2,7%. Muito pouco para um País carente de infraestrutura. Para o Nordeste não sobra quase nada. Já os governadores da região estão preocupados com os cortes nos investimentos da Petrobras. A estatal está totalmente voltada para a exploração do pré-sal.

REPASSES

As distribuidoras aumentam os preços nas suas redes de postos de combustíveis automaticamente. Em algumas bombas, segundo os empresários, os preços ficam defasados até o consumo total dos estoques.

LEILÃO

A Caixa Econômica vai leiloar vários imóveis no RN, na próxima terça-feira (24), com possibilidade de financiamento. Em oferta: apartamentos, terrenos e imóveis comerciais.

Liberdade econômica

A Lei da Liberdade Econômica vai beneficiar  principalmente as micro e pequenas empresas com o fim da obrigatoriedade de alvarás para atividades de baixo risco, entre outras mudanças que diminui a burocracia e facilitar a abertura e gestão de empresas. Uma conquista dos donos de micro e pequenas empresas, que representam 99% de todos os negócios em atividade no país. A expectativa do governo é de que as medidas de simplificação devem contribuir com a geração de 3,7 milhões de empregos em 10 anos.

1- A Primavera é a estação do ano tipicamente associada ao reflorescimento da flora terrestre. Começa hoje e segue até o dia 22 de dezembro, quando se inicia o Verão. No Hemisfério Norte é o Outono e em, seguida, o Inverno. A Primavera começa com o Equinócio e termina com o Solstício de verão. Terá dias mais quentes e de ventos soprando menos.

2- O Movimento nos shopping centers deve crescer com a chegada da primavera, diz a Associação Brasileira dos Lojistas de Shopping (ALSHOP). Todos os shopping prepararam algumas atrações especiais como shows, desfiles de moda masculina, feminina e infantil e exposições. Uma oportunidade para atrair a atenção dos consumidores, que pretendem comprar peças para usar durante os meses mais quentes.

3- O empresário Ricardo Cavalcante e a nova  diretoria assumem, por cinco anos, a Federação das Indústrias do Ceará.  Mesmo em um período conturbado, com  mudanças no ambiente político e econômico, o novo presidente da Fiec chama atenção para a necessidade de reduzir as desigualdades regionais e clama participação dos empresários ao debate da reforma tributária.

CHUVA

A agência de meteorologia NOAA, dos Estados Unidos, confirma a mudança de padrão com retorno das chuvas ao Brasil centra. Apesar de maior abrangência, incluindo cinturão de grãos, os volumes previstos serão baixos a moderados. Já os produtores americanos seguem preocupados com a Guerra Comercial e a produção que deve ser menor do que safra passada.

FUNGICIDA

O Ministério da Agricultura e Pecuária vai liberar o registro de um fungicida mais eficiente e menos tóxico. O Fluopiram poderá ser usado para combater fungos e nematoides nas culturas de batata, café, arroz e soja. O produto é atualmente aprovado pelas autoridades reguladoras de países da Europa, Estados Unidos e Austrália, onde está disponível para uso.

SEGURO


Uma novidade no ramo de seguros. A Caixa Seguridade fecha acordo de R$ 7 bilhões com a francesa CNP Assurances. O montante é pela participação de 40% na parceria, com duração de 25 anos.  O acordo trata de uma nova estrutura societária para exploração, com exclusividade, da rede de distribuição da Caixda, nos ramos de seguros de vida e prestamista e de produtos de previdência. 

FILIAL

A Lojas Riachuelo inaugura a 317ª unidade. Localizada no Parque Shopping Aracaju, a nova loja conta com 1.481 m² de área de vendas e aumenta a posição da Companhia no estado de Sergipe para cinco unidades. A última loja inaugurada foi no dia 8 de agosto, em São João de Meriti. Rio de Janeiro.

SHOPPING


A rede de lojas especializada em moda feminina inaugura no Natal Shopping. A Shoulder, conhecida por seus produtos com estampas exclusivas, apresenta ao público potiguar tendências com a sua nova coleção Verão 2019/2020 “Manifesto do Amor”. Já a   Lug’s inaugura unidade no Partage Norte Shopping. Mais uma opção para compor o seu mix de alimentação. 

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários