Sem demanda, Anac fechará posto no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante

Publicação: 2019-04-18 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) anunciou nesta quarta-feira, 17 que vai fechar, a partir de junho, postos de atendimento presencial em 15 terminais aeroviários do país. A decisão inclui o Aeroporto Int. Gov. Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante. Em nota, a Anac informa que “o serviço será descontinuado em razão da baixa procura e tendo em vista que há canais que suprem esse tipo de atendimento ao passageiro”.

Número de movimentação de aeronaves e passageiros vem caindo ao longo dos anos no Estado
Número de movimentação de aeronaves e passageiros vem caindo ao longo dos anos no Estado

O Aeroporto Int. Gov. Aluízio Alves vem enfrentando problemas que vão desde o fechamento de lojas à diminuição na movimentação de aeronaves e passageiros conforme detalhado em reportagens publicadas pela TRIBUNA DO NORTE.

Conforme tabulado pela reportagem no dia 21 de março passado, a movimentação de aeronaves caiu de 22.625 ao longo de 2015 para 18.812 em 2018. No período, 3.813 aviões deixaram de passar pelo terminal aeroviário, perfazendo redução de 16,85%. Esse percentual inclui aeronaves que operam voos domésticos e internacionais. Em relação ao número de passageiros, a queda na movimentação no período, 2015 a 2018, foi de 154.966 entre domésticos e internacionais. Foram 2.584.355 passageiros transportados em 2015 contra 2.429.389 no ano passado.

Nem mesmo o Decreto Nº 24.979/2015 que reduziu a alíquota do ICMS incidente sobre o combustível não trouxe, até hoje, nenhum benefício ao Estado comprovado em números. Ao invés de atrair mais passageiros, turistas e voos, o Estado perdeu visitantes, viu o número de movimentação de aeronaves retroceder. Ao longo de três anos de vigência da norma, a renúncia fiscal ao ICMS cresceu e somou R$ 32,7 milhões. No mesmo período, o consumo de QAV caiu 13,94% (-11,076 milhões de litros). Motoristas de taxis reclamam, pedindo sigilo de identidade, da baixa movimentação no terminal aeroviário.

Totens
De acordo com a Anac, a partir de maio, totens de autoatendimento para busca de informações e envio de reclamações às empresas aéreas estarão disponíveis aos passageiros nos 24 principais aeroportos brasileiros.

As reclamações podem ser registradas e acompanhadas na plataforma www.consumidor.gov.br, cujo índice de resolução de problemas tem sido de 75%. Os passageiros que não ficarem satisfeitos com a resolução do problema individual pela plataforma podem recorrer aos órgãos de defesa do consumidor, como os Procons, ou ao Judiciário para reparações individuais, diz a Anac.

“Além disso, essa mudança trará uma melhor aplicação dos recursos públicos. Isso porque a manutenção de terceirizados em 15 aeroportos apenas para o registro de manifestações custa R$ 4 milhões/ano, enquanto a instalação de totens de autoatendimento em 24 aeroportos terá o custo de R$ 1,2 milhão a cada período de três anos”, acrescenta a nota da Anac.

A agência informa ainda que usará os recursos para otimizar a capacidade de fiscalização das operações nos aeroportos por meio de operações especiais e vigilância continuada. Os 14 postos de atendimento presencial que serão fechados, além de Natal, localizam-se nos aeroportos de Brasília; Congonhas, Guarulhos e Viracopos, em São Paulo; Galeão e Santos Dumont, no Rio de Janeiro; Confins, em Belo Horizonte; Salvador; Recife; Fortaleza; Porto Alegre; Curitiba; Cuiabá e Manaus.

Veja lista dos voos da Avianca cancelados no RN

18.04.2019
Voo: 6351

Partida: Natal

Chegada: Guarulhos

18.04.2019
Voo: 6352

Partida: Guaruhos

Chegada: Natal

20.04.2019
Voo: 6351

Partida: Natal

Chegada: Guarulhos

20.04.2019
Voo: 6352

Partida: Guaruhos

Chegada: Natal

21.04.2019
Voo: 6351

Partida: Natal

Chegada: Guarulhos

21.04.2019
Voo: 6352

Partida: Guaruhos

Chegada: Natal

22.04.2019
Voo: 6351

Partida: Natal

Chegada: Guarulhos

22.04.2019
Voo: 6352

Partida: Guaruhos

Chegada: Natal











continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários