Sem engajamento

Publicação: 2018-03-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Luiz Antônio Felipe
laf@tribunadonorte.com.br

É preocupante o estudo do Banco Mundial, divulgado recentemente, mostrando que as pessoas menos engajadas têm mais propensão à pobreza. Para o diretor do BM no Brasil, Martin Raiser, essa população é mais vulnerável e têm mais dificuldade de achar emprego, correndo maior risco de cair na pobreza. O Rio Grande do Norte e Pernambuco fazem parte do grupo onde o desengajamento econômico é maior. De acordo com o relatório “Competências e Empregos: Uma Agenda para a Juventude”, um em cada dois jovens brasileiros com idade entre 19 e 25 anos corre sério risco de ficar fora do circuito dos bons empregos no País e, com isso, está mais vulnerável à pobreza. O estudo aponta que não é somente o futuro dos jovens que está ameaçado, mas também o do Brasil, já que o País depende do trabalho deles para continuar produzindo.

Futuro
O relatório do BM  analisa as profissões ligadas ao envelhecimento das pessoas mostrando que a população em idade ativa (de 15 a 64 anos) deve parar de crescer em 2020 e começar a diminuir em 2024, o que indica uma maior presença de crianças e idosos na sociedade. Em 2030, haverá mais crianças e idosos do que potenciais trabalhadores no país.

Mercado
Os economistas passam a ver corte de 0,25 p.p. na Selic na reunião do Copom, da próxima semana, a 6,5%, mostra a pesquisa semanal Focus. Também passaram a estimar um crescimento do PIB neste ano de 2,87%, ante 2,90% antes. Em 2019, a expansão aceleraria a 3% do PIB,  sem alteração em relação à previsão anterior.

Recuperação
A Boa Vista SCPC registra uma pequena recuperação de crédito em fevereiro, de apenas 0,3%. Já no acumulado em 12 meses o indicador teve queda de 0,3%.  O indicador é obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista SCPC. Na comparação com fevereiro de 2017 a alta foi de 3,7%. Em termos regionais, na comparação acumulada em 12 meses, o Nordeste foi o destaque negativo (-5,6%).

Liberação
No Orçamento do Estado as liberações de recursos para programas e projetos de diversos órgãos ganha celeridade. No Diário Oficial do último sábado foram autorizadas várias liberações, de alguns milhões.

Impostos x retorno
A carga tributária sobe e atinge 33,6% do PIB. Os recursos extraordinários contribuíram para a carga bruta brasileira subir 0,34 ponto percentual do PIB de 2016 para 2017.O cidadão se pergunta:  O que melhorou nesse País com o aumento da carga tributária? Nada. Pelo contrário, piorou a segurança e se avançou muito pouco na educação, saúde e infraestrutura.

Audiência
A Anatel fará amanhã (14), à tarde, audiência pública com os consumidores de energia, para discutir a fixação de tarifas. Está marcada para o auditório da Federação do Comércio do RN, na avenida Alexandrino de Alencar.  A alta prevista passa dos 10%, mais do que o dobro da inflação em 2017.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estuda a possibilidade de trazer ao consumidor em 2019 uma nova proposta de modalidade tarifária: a tarifa binômia, com faixas de cobrança pelo serviço de distribuição. A Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia explica que atualmente, esse custo representa cerca de 30% do total nas contas de luz. Dessa forma, residências ou comércio que consomem quantidades diferentes de energia acabam pagando o mesmo valor pelo serviço.

A Caixa Econômica vai sair do prédio (Agência Potiguar), na rua João Pessoa, Centro. Está procurando um prédio ou área a ser edificada nas imediações, para locação. No prédio atual  será realizada uma ampla reforma para voltar a abrigar a agência e a superintendência que hoje funciona no praia Shopping, em Ponta Negra. Interessa à CEF uma área de cerca de 1.860 metros quadrados de vão livre (sem colunas).

A contratação de crédito rural cresce 12,4% e alcança R$ 92,1 bilhões, na safra 20197/2018. O aumento nos investimentos é indicador de retomada da confiança dos produtores na agropecuária. O montante é referente a financiamento de custeio, vendas,  industrialização e investimento entre julho do ano passado e fevereiro deste ano e representa aumento de 12,4% em relação ao que foi contratado em igual período da safra anterior.

Fraudes
As tentativas de fraude contra o consumidor crescem 7,1% em janeiro, revela o indicador da Serasa Experian. No Brasil tem uma tentativa a cada 16,6 segundos ou, 161.097 tentativas, em relação a dezembro de 2017. Os golpistas podem estar aproveitando o aquecimento do consumo ao crédito para aplicar fraudes.

Cenários
A Asssurn, associação de supermercados do RN, promove palestra hoje sobre cenários e tendências do setor supermercadista, com o consultor e empreendedor, Fred Alecrim, especialista em varejo. Começa às 14h, no Hotel Holiday Inn.  O debate tem a parceria do Sebrae/RN e as vagas são limitadas. A entrada é  um pacote de fralda geriátrica, para doação a instituições beneficentes.

Campanha
Será hoje o lançamento da campanha turística “Tudo Começa Aqui”, pelo Governo do Estado. A nova identidade visual do RN será apresentada  no Centro de Convenções, a partir das 18h. A campanha “Tudo Começa Aqui” foi desenvolvida após estudo de mercado e elaborada por empresa de consultoria internacional.

Procura
O turismo online foi um dos segmentos de viagens que mais cresceu na economia brasileira, segundo o Ministério do Turismo. Em 2017 o faturamento das empresas que atuam neste mercado aumentou 4.73%. Além disso, dados preliminares da Associação Brasileira de Operadoras de Turismo - Braztoa, o número de passageiros teve um aumento de 10% a 15% em 2017.

Revestir
A 16ª edição da Expo Revestir, considerada  a Fashion Week da arquitetura e construção começa hoje e vai até o dia 16 próximo, em São Paulo, com a presença de empresários do RN.  Dezenas de empresas estarão participando e lançando produtos como a  Topzstone, e a Eucatex com a linha Gran Elegance dos pisos laminados Eucafloor.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários