Cookie Consent
Negócios e Finanças
Sem espaço
Publicado: 00:00:00 - 26/12/2021 Atualizado: 16:31:03 - 24/12/2021
Luiz antônio felipe 
laf@tribunadonorte.com.br

Pode parecer surrealista, mas é a pura verdade, de um orçamento de R$ 4,8 trilhões sobraram apenas R$ 4 trilhões para investimentos do Executivo e ainda mais, sem nenhum espaço fiscal para ampliar o “Auxílio Brasil”. Ou qualquer outro programa social. Há muitos investimentos embutidos nos orçamentos ministeriais, no entanto, o pior de tudo do que se promete para 2022, como em outros anos, fica muito pouco para a população, em saúde, educação e segurança.

QUESTÕES 
Os congressistas junto com o Governo e o Judiciário precisam, para as eleições de 2022, adotar o plebiscito nas eleições brasileiras, como ocorre nos Estados Unidos. De questões fáceis às mais complicadas.   

Algodão
O algodão que vai voltar a ser cultivado no RN será o do tipo orgânico e de preferência o colorido, como na Paraíba. Famílias serão cadastradas e capacitadas a receberem acompanhamento da Secretaria do Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar. O Projeto Algodão Agroecológico Potiguar é mais uma solução para a agricultura familiar crescer.

Repasse
O Governo do Estado, através da Secretaria de Planejamento e Finanças faz mais repasses/transferência de recursos, para encargos de pessoal e para o Judiciário. São volumes expressivos para pagamento do restante dos salários de dezembro e das antecipações de férias, entre outras obrigações garantidas por lei.  

FUNDO 
Nos últimos dias o congresso tem discutido uma proposta de reforma tributária. Um dos itens que faz parte do texto que está sendo analisado pelos parlamentares é o Fundo de Investimento Imobiliário. A proposta original previa que, a partir de 2022, seriam tributados em 15% os rendimentos pagos por esses fundos com cotas negociadas em bolsa.

Novo mercado de Guararapes
Em Fato Relevante, a Guararapes Confecções anuncia que dá continuidade, nos termos do seu Regulamento para Listagem de Emissores e Admissão à Negociação de Valores Mobiliários, deferindo o pedido de migração da Companhia para o Novo Mercado. O início dos negócios com os valores mobiliários de emissão da companhia no Novo Mercado está condicionado à aprovação, em Assembleia Geral, da alteração de seu Estatuto Social. O Conselho de Administração deverá se reunir, no futuro próximo, para convocar a assembleia.

PLANO 
Certamente que não agrada a todos, mas o novo Plano Diretor de Natal foi o melhor que se pode extrair de tantos meses de discussão. Aguardar a sua execução, na prática, respeitando todos os limites estabelecidos.

1- O mercado anda se perguntando qual o impacto do boicote de supermercados europeus à carne brasileira? Ninguém sabe ainda fazer esse cálculo. A JBS nega irregularidades e diz que mantém tolerância zero com o desmatamento ilegal e que bloqueou mais de 14 mil fornecedores por descumprirem suas normas.
2-O Biodiesel será testado em transporte marítimo, em 2022, iniciativa da Bunker One, líder mundial no fornecimento de combustíveis e lubrificantes para navegação. A Bunker patrocina pesquisa inédita no Brasil, em parceria com a UFRN, para viabilizar a adição segura do biodiesel aos combustíveis marítimos.
3-A Prefeitura de Macaíba vai criar uma Secretaria Municipal de Segurança Pública, Proteção e Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito (SESP). Tem recursos federais para o projeto. Mais do que outro qualquer, o importante é que seja o mais avançado do País, em automatização, com menor dispêndio com pessoal.

FUTURO 
A Energisa prevê investir R$ 29,5 bilhões, em quatro anos, até 2026 para diversificar seus negócios para além da distribuição de energia, que hoje corresponde a 92% de seu Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização). Em 2026, a companhia espera ter uma presença muito maior nos segmentos de transmissão e geração renovável de energia.

ENERGIA (I) 
Fontes renováveis são a chave para alcançar as metas climáticas mostra a 23ª edição do Relatório WEMO, da Capgemini. O estudo, que foi produzido com informações levantadas em América do Norte, Europa, Ásia e Austrália, traz também recomendações de como sermos mais efetivos no combate ao aquecimento global.

ENERGIA (II) 
O Brasil ocupa lugar de destaque devido a sua matriz energética, que hoje já é composta na maior parte por fontes renováveis, com 83% do total de produção dos 175 mil MW de capacidade instalada, onde 63,8%, vem de hidrelétricas, seguido por 9,3% de eólica, 8,9% de biomassa e biogás, e 1,4% solar.

ENERGIA (III) 
O estudo também aponta que até 2040 haverá um crescimento de 60% de demanda por energia elétrica no país e 2/3 dos investimentos no setor serão destinados a produção de energia renovável. Há problemas a serem resolvidos com urgência, como a grande dependência do modelo hidrelétrico, que deixa o país exposto às variações climáticas.

ANIMAIS 
O mercado pet deve encerrar 2021 com crescimento de 22,1% e com faturamento que ultrapassa os R$ 50 bilhões. Segundo o Instituto Pet Brasil (IPB), no ano passado, o mercado pet registrou crescimento de 13,5%, com faturamento de R$ 40,1 bilhões. 

Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte