Sem sair do lugar

Publicação: 2019-10-17 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Para Fernanda Torres, a trama de “Filhos da Pátria” gera uma reflexão sobre os caminhos da sociedade brasileira. No ar como a deslumbrada Maria Teresa, a atriz acredita que a personagem da década de 1930 seja bastante real atualmente. “‘Filhos da Pátria’ apresenta um olhar cômico e terrível sobre nós mesmos, quase um estudo antropológico sobre as nossas mazelas eternas e sobre a nossa fundação. Minha personagem, a Maria Teresa, somos nós, uma tia, alguém que conhecemos. Todos temos algo dela. Algumas pessoas mais, outras menos. Você tem amor pela Maria Teresa, mas ela é um monstro”, explica. A primeira temporada da produção mostrou o Brasil logo após a independência. A nova leva de episódios mostra os dilemas da família Bulhosa durante a Era Vargas.

Fernanda Torres vive Maria Teresa em nova série da Globo
Fernanda Torres vive Maria Teresa em nova série da Globo

“Essa ideia surgiu logo no começo do projeto. Mostra como o esqueleto da sociedade continua igual. A verdade é que pouca coisa na sociedade mudou nesses 100 anos que a trama avança. Os escravos viraram empregados, os políticos corruptos foram substituídos por seus filhos igualmente corruptos e o dinheiro permaneceu nas mãos de quem sempre foi rico”, afirma. Deslumbrada com os recém-chegados militares gaúchos, Maria Teresa torna-se admiradora fanática e defensora ferrenha de valores que nem sabe bem o que significam. “Ela acha os militares lindos. O sonho dela era que o marido e o filho fossem militares”, ressalta. Segundo a atriz, a nova temporada mostra os personagens ainda mais coerentes com suas personalidades. “Essa temporada está mais ‘dark’. Como o Bruno (Mazzeo) já havia escrito a primeira temporada, ele tinha mais consciência do perfil dos personagens”, aponta.

Clima natalino
Após participar de “O Sétimo Guardião”, Zezé Polessa estará no elenco de “Quando Você Acredita, Existe”. Milton Gonçalves e Camila     Pitanga serão os protagonistas.

Visita da cegonha
 A família de Alberto, papel de Antonio Fagundes em “Bom Sucesso”, irá aumentar. Em cenas previstas para irem ao ar nesta sexta, dia 18, Nana, de Fabiula Nascimento, resolve fazer um exame de gravidez por insistência de Jorginho, interpretado por Daniel Warren. Assustada, ela esconde o resultado de Diogo, vivido por Armando Babaioff. Além de ter de lidar com a gravidez inesperada, Nana ainda vai ter de enfrentar o fato de não saber quem é o pai da criança: Diogo ou Mario, de Lucio Mauro Filho.

Noite de estreia
Ivete Sangalo e o Coral do Instituto Bacarelli irão abrir a maratona do “Teleton 2019”, que acontece nos dias 25 e 26 de outubro. A cantora estará, ao vivo, ao lado de Celso Portiolli, Eliana e Maísa. O cantor Daniel e Tiago Abravanel também participam da primeira noite da produção beneficente.

Primeiro dia
A Record deu início às gravações de “Amor Sem Igual”, nova novela de Cristianne Fridman. O folhetim tem estreia prevista para dezembro e irá substituir “Topíssima”. Day Mesquita, Rafael Sardão e Thiago Rodrigues integram o elenco.

História nas ondas
A trajetória do surfista Carlos Burle é destaque na terceira temporada de “Gigantes do Surfe”, que estreia nesta quinta, dia 17. Em sete episódios, ele conta histórias do surfe e encontra amigos e personagens enquanto treina com Lucas Chumbo, seu discípulo, nas maiores ondulações do mundo.

Foi bem
Para os depoimentos exibidos ao final dos episódios de “Segunda Chamada”, da Globo. A produção apresenta histórias emocionantes e delicadas. Um detalhe que dá um ar refinado ao projeto.

Foi mal  
Para o tom rabugento de Nana e Alberto, interpretados por Fabiula Nascimento e Antonio Fagundes em “Bom Sucesso”, da Globo. Os personagens são interessantes, mas estão sempre brigando ou irritados com alguém. O mau humor deixa a trama cansativa.






continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários