Cookie Consent
Natal
Semana chama atenção para importância da adoção
Publicado: 00:00:00 - 25/05/2018 Atualizado: 20:35:52 - 24/05/2018
O sonho da maternidade pode ser realizado de formas diferentes, seja gerando um bebê no próprio ventre ou uma gestação que começa com papéis e termina no coração. Dados recentes da 2ª Vara da Infância e Juventude de Natal indicam que ao longo dos anos o número de famílias, casais e pessoas solteiras interessadas em adotar uma criança ou adolescente tem crescido no Rio Grande do Norte, cerca de 25% entre os anos de 2015 e 2017, por exemplo. A Semana da Adoção prossegue até o sábado (26).

João Pedrosa
Ação quer reduzir tempo de espera da criança por uma família

Ação quer reduzir tempo de espera da criança por uma família


Ação quer reduzir tempo de espera da criança por uma família

Com o objetivo de divulgar para a sociedade o instituto da adoção como uma das modalidades de colocação de crianças e de adolescentes em famílias adotivas, a Maternidade Escola Januário Cicco, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (MEJC-UFRN), filial da Rede Ebserh, foi palco da abertura oficial da IV Semana Estadual de Adoção, onde foi assinado o termo de cooperação técnica para facilitar a adoção responsável, ao lado de diversas entidades.

O termo, que é uma parceria entre Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), Ministério Público (MPRN), Defensoria Pública, Conselhos Tutelares e Secretarias Municipal e Estadual da Saúde, busca facilitar a entrega das crianças pelas mães que externarem o desejo de doar seus filhos. Essa facilidade vai tornar mais célere o processo, beneficiando a criança, que ficará menos tempo à espera de uma família.

O juiz coordenador estadual da infância e Juventude, José Dantas, comenta a importância desse termo, pontuando que o costume de entregar crianças a famílias que não estão no Cadastro Nacional da Adoção é cultural. “Há uma tradição, um costume que não é recente, de mães que externam o desejo de entregar seus filhos para adoção e muitas vezes o fazem na maternidade e muitas vezes os técnicos que recebem essas mães não sabem o que fazer, para onde encaminhar. Então esse termo de cooperação técnica é para exatamente definir atribuições de cada órgão e dizer para onde encaminhar a mãe e a criança, ao nascer, para que seja recebida, acolhida e entregue para um casal previamente cadastrado", diz o juiz.

Segundo o superintendente da MEJC, Luiz Murillo Lopes de Britto, a assinatura do termo é um passo necessário e importante na prática da adoção legal. “O termo ajuda, principalmente, a instituição para que, no momento, que seja feita a detecção de uma mãe, que manifesta o desejo de fazer a doação de seu bebê, toda a equipe possa de maneira cuidadosa acolher esta demanda, não de forma discriminatória, mas sim entendendo o seu contexto socioeconômico, e procurando ver a melhor forma possível desta doação ser realizada”, afirma.

A promotora de Justiça Raquel Ataíde representou o MPRN no evento e ressaltou a importância do acordo para a celeridade do processo. “A intenção do termo de cooperação é fazer com que esse processo seja encurtado, para quando a mãe manifestar esse interesse de encaminhar seu filho para adoção, ela tenha acesso a todos os órgãos competentes rapidamente”, explica. A parceria entre as instituições vem sendo desenvolvida há dois anos, mas agora, durante a semana de adoção, foi formalizada. Na cerimônia, foi exibido o documentário Olha pra Mim, produzido para a campanha de adoção deste ano. O vídeo pode ser conferido neste link.

O mote da Semana, promovida pela Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude, é Olha pra mim. A campanha busca chamar atenção dos pretendentes à adoção para crianças e adolescentes que estão fora do perfil preferência, geralmente exigido pelas famílias.

O objetivo é conscientizar a sociedade sobre a importância da adoção, não só sobre adoção de crianças recém-nascidas, mas principalmente daqueles que estão se tornando invisíveis, aqueles que vão crescendo dentro de instituições. (Colaboração: João Pedrosa/Agecom)


Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte